Mais do que você gosta.

Publicidade

Críticas

Lançamento da Netflix fracassa ao tentar ser a nova Round 6

A série O Mar da Tranquilidade é comparada de maneira desfavorável ao hit sul-coreano

Publicado por Alexandre Guglielmelli

26/12/2021 18:00

Será difícil para qualquer série repetir o sucesso de Round 6 – que em 2021 se tornou a produção mais popular da história da Netflix. Um dos novos lançamentos da plataforma tenta competir com Squid Game, mas falha completamente no processo. Trata-se da produção sul-coreana O Mar da Tranquilidade, que embora esteja fazendo sucesso no streaming, não chega aos pés de Round 6.

Pelo menos, é isso que afirma uma resenha publicada pelo site Inverse. De acordo com a análise, O Mar da Tranquilidade parece implorar por comparações com Round 6, já que conta com atores da série no elenco e compartilha temas em comum.

Continua depois da publicidade

“Em uma missão perigosa na Lua, exploradores espaciais tentam recuperar amostras em uma estação de pesquisa abandonada e repleta de segredos”, afirma a sinopse oficial de O Mar da Tranquilidade divulgada pela Netflix.

Explicamos abaixo por que O Mar da Tranquilidade não consegue reprisar o sucesso de Round 6 na Netflix; veja.

As comparações inevitáveis de O Mar da Tranquilidade e Round 6

O motivo das comparações de O Mar da Tranquilidade e Round 6 não é o fato das duas séries terem sido produzidas na Coreia do Sul, mas sim os temas compartilhados pelas produções.

De integrantes do elenco – Gong Yoo interpreta o Recrutador em Squid Game e o Capitão Han Yoo-jae em O Mar da Tranquilidade – às temáticas da produção – que envolvem desigualdades sociais e a sobrevivência do mais forte – existem muitas similaridades entre as séries.

Infelizmente, de acordo com o Inverse, O Mar da Tranquilidade padece perante ao legado de Round 6.

“Mesmo emprestando elementos de diversos gêneros da ficção científica, o resultado é uma saga previsível e derivativa, cujo resultado é bem menos interessante que as partes individuais”, comenta a análise do site.

O Mar da Tranquilidade é ambientada em um futuro no qual a água se torna um recurso natural extremamente escasso, só podendo ser aproveitado livremente pela elite.

Animais de estimação são proibidos, peixes são coisa do passado e a chuva se torna cada vez mais um evento mitológico.

A ação começa quando a Dra. Song-jian – interpretada por Bae Doona de Sense8 – embarca em uma missão para a Lua, após uma base espacial ser completamente destruída por um vazamento radioativo.

Mas nada é o que parece, e a protagonista descobre rapidamente que a missão guarda mais segredos do que pode imaginar.

O Mar da Tranquilidade é basicamente 15 histórias diferentes de ficção científica embaixo de um sobretudo”, critica o Inverse.

Quando integrantes da tripulação começam a ser infectados com uma doença misteriosa, a série lembra filmes como Alien: O Oitavo Passageiro e Contágio.

Já a descoberta de uma criança que pode ser a chave da sobrevivência da humanidade parece ter vindo diretamente do filme sul-coreano Space Sweepers – também lançado pela Netflix.

O que torna O Mar da Tranquilidade diferente de Round 6 é o fato da série de ficção científica tentar ser muitas coisas ao mesmo tempo, sofrendo com a falta de uma visão direcionada e uma direção original, ambos aspectos bastante elogiados no outro sucesso da Netflix.

Round 6 é sobre o jogo e seus jogadores, nada mais. O Mar da Tranquilidade, por sua vez, tenta abordar diversas temáticas ao mesmo tempo, não permitindo que cada uma delas se desenvolva completamente.

O Mar da Tranquilidade está disponível na Netflix.

Publicidade