Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

Netflix já entregou a resposta do mistério de Emily em Paris

Protagonista de Lily Collins enfrenta grande dilema no final da 2ª temporada

Publicado por Alexandre Guglielmelli

29/12/2021 20:15

A 2ª temporada de Emily em Paris termina com uma grande reviravolta na Netflix. No desfecho dos novos episódios, a protagonista de Lily Collins é confrontada por uma difícil decisão: voltar aos Estados Unidos e ganhar uma promoção no trabalho ou permanecer em Paris e se aventurar com Sylvie em sua nova empreitada. Mas de acordo com o site Screen Rant, a resposta do dilema já está praticamente decidida; veja abaixo.

Não é só a vida pessoal que Emily passa por grandes mudanças na 2ª temporada da série. No amor, a personagem de Lily Collins também enfrenta outros dilemas.

Continua depois da publicidade

Nos novos episódios, Emily cria uma grande conexão com Alfie, o bonitão britânico que ela conhece em sua aula de francês. No entanto, ela não consegue esquecer Gabriel, com quem viveu uma quente noite de amor no final do primeiro ano.

Mas é o retorno de Kate Walsh como Madeline Wheeler que faz Emily reavaliar o rumo de sua trajetória e ficar em dúvida sobre os rumos de sua carreira.

Qual será a decisão de Lily Collins em Emily em Paris?

Na 2ª temporada de Emily em Paris, a situação profissional da protagonista fica ainda mais complicada.

Após Emily finalmente se acostumar com o estilo da Savoir, a tranquilidade da personagem é abalada pelos constantes embates entre sua chefe Madeline e Sylvie Grateau, a responsável pela marca em Paris.

Chegando à capital francesa, a personagem de Kate Walsh decide investigar a fundo as finanças e os negócios da Savoir, o que deixa Sylvie revoltada.

A trama chega ao ápice no final da 2ª temporada, quando Sylvie se demite da Savoir e leva outros funcionários parisienses com ela.

Mesmo esperada por outros personagens, a decisão de Sylvie é um grande choque para Emily, que é deixada para trás para ajudar Madeline.

Segundo o site Screen Rant, a reviravolta no final da 2ª temporada de Emily em Paris, na verdade, não é um grande dilema.

Em um almoço com Emily, Sylvie finalmente revela seu verdadeiro plano.

A personagem de Philippine Leroy-Beaulieu explica que vendeu as ações do marido em um clube de St. Tropez para criar sua própria firma.

Sylvie faz um ótimo trabalho ao conquistar os antigos clientes da Savoir, e decide chamar Emily para se juntar à nova empreitada.

Ou seja, Emily termina a 2ª temporada tendo que decidir entre ficar no Gilbert Group com Madeline ou permanecer na França com a companhia de Sylvie.

Para deixar a situação ainda mais complicada, Emily fica sabendo que Gabriel retomou seu relacionamento com Camille – mais um motivo para ela voltar para os Estados Unidos.

“Mas como a série se chama Emily em Paris, tudo indica que ela não irá a lugar algum”, afirma a análise do site Screen Rant.

Emily vai claramente permanecer em Paris na 2ª temporada, já que a própria premissa da série exige que ela continue na capital francesa.

A Netflix ainda não renovou oficialmente Emily em Paris para a 3ª temporada. Os dois primeiros anos da série estão disponíveis na plataforma.

Publicidade