Mais do que você gosta.

Publicidade

De partir o coração

Os cancelamentos mais revoltantes da Netflix em 2021

As 7 decisões da plataforma que deixaram os fãs morrendo de raiva

Publicado por Alexandre Guglielmelli

27/12/2021 08:00

Como de costume, a Netflix cancelou diversas produções de peso em 2021. Ainda afetada pelos efeitos da pandemia de Covid-19, a plataforma bateu o martelo e confirmou o fim antecipado de várias séries. Alguns cancelamentos passaram despercebidos, mas outros, deixaram os fãs morrendo de raiva.

Vale lembrar que a Netflix utiliza duas métricas para definir o cancelamento ou renovação de séries: a audiência na plataforma e o custo de produção.

Continua depois da publicidade

Por isso, séries que desagradam a crítica especializada, mas fazem sucesso com o público – como Emily em Paris – não demoram a ser renovadas. Por outro lado, produções que são aclamadas pela crítica, mas falham em conquistar audiência, são encerradas subitamente.

Com isso em mente, listamos abaixo os 7 cancelamentos mais revoltantes da Netflix em 2021. O seu preferido está na lista?

Dash & Lily

Com uma trama tocante ambientada nas festas de fim de ano, Dash & Lily fez sucesso na Netflix e chegou a figurar no Top 10 da plataforma na época de seu lançamento. Em outubro deste ano, a plataforma confirmou oficialmente o cancelamento da série – mesmo após a produção atingir 100% de aprovação no Rotten Tomatoes. A Netflix não justificou o cancelamento da série, mas o showrunner deu a entender que a decisão “não foi dele”.

Julie and the Phantoms

O cancelamento mais recente da Netflix foi o de Julie and the Phantoms. A série contava com uma grande fanbase nas redes sociais. Em diversas postagens da plataforma no Twitter, fãs da série costumavam pedir pela renovação. Infelizmente, a Netflix acabou cancelando Julie and the Phantoms em dezembro de 2021, mais de um ano após o lançamento original. O fim antecipado da série provocou grandes protestos nas redes sociais, como aconteceu também nos cancelamentos de Anne With an E e The OA.

O Legado de Júpiter

O fato da Netflix ter cancelado O Legado de Júpiter foi mais surpreendente do que revoltante. Durante sua produção, a série baseada nos quadrinhos do Millarworld era divulgada como uma das produções mais caras da história da plataforma. Pouco mais de um mês após a estreia original, a Netflix confirmou seu cancelamento por baixa audiência. Embora tenha sido cancelada, a série vai ganhar um derivado animado em Supercrooks.

Os Irregulares de Baker Street

Os Irregulares de Baker Street também passou uma semana no Top 10 da Netflix, após seu lançamento em março de 2021. Por isso, o cancelamento da série em maio do mesmo ano deixou muitos fãs chocados. Ambientada na Inglaterra Vitoriana, a produção acompanhou a história de um grupo de jovens delinquentes que luta para proteger Londres de uma perigosa ameaça sobrenatural.

O Preço da Perfeição

O Preço da Perfeição chegou ao catálogo da Netflix em dezembro de 2020. Para a ira dos fãs, a plataforma só confirmou o cancelamento em novembro de 2021, quase um ano depois do lançamento original. A série se passa no mundo do balé, e conta com uma boa dose de sexo, drogas e intrigas. Fãs ficaram ainda mais revoltados com o cancelamento pelo fato da primeira temporada terminar com uma grande reviravolta.

Cowboy Bebop

Cowboy Bebop foi também uma das séries mais polêmicas da Netflix em 2021. A adaptação live-action do icônico anime foi bastante criticada por não seguir o espírito da obra original, mas também recebeu grandes elogios de parte da crítica especializada. Embora não tenha sido tão bem recebida como outros itens da lista, Cowboy Bebop poderia ter ganhado a chance de assumir uma nova perspectiva na segunda temporada. Mas infelizmente, a série foi cancelada menos de um mês após seu lançamento.

Cursed

Protagonizada por Katherine Langford, de 13 Reasons Why, Cursed é ambientada no universo do Rei Arthur, e oferece um olhar diferente sobre a lenda de Nimue, a Dama do Lago. A série contou com uma audiência sólida na época do lançamento, mas falhou em gerar interesse nas redes sociais. O cancelamento da série foi confirmado pela Netflix em julho de 2021, pouco mais de um ano após a estreia, provavelmente pelo alto custo de produção.

Publicidade