Mais do que você gosta.

Publicidade

Vexame

8 coisas vergonhosas que Goku faz em Dragon Ball

As piores e mais questionáveis atitudes do Kakarotto no famoso anime

Publicado por Alexandre Guglielmelli

18/01/2022 18:00

Embora Goku seja um dos heróis mais famosos dos animes, ele não é tão perfeito como os fãs pensam. Pelo menos, é isso que afirma o site Looper, em uma lista com inúmeros exemplos vergonhosos que o Kakarotto deu em Dragon Ball. Explicamos abaixo as 8 coisas mais questionáveis que Goku fez em sua história; veja.

Durante as diversas tramas de Dragon Ball, Goku se estabeleceu como o grande protetor da humanidade. Ele enfrentou ameaças intergalácticas como Frieza e Majin Buu, usou as Esferas do Dragão e deu a própria vida para salvar o mundo.

Continua depois da publicidade

Não existem dúvidas: Son Goku é o personagem mais popular de Dragon Ball Z e de todos os outros animes da franquia, principalmente por seu caráter heroico e altruísta.

Mesmo com todas essas conquistas, Goku não é necessariamente perfeito. Até mesmo Akira Toriyama, o criador do personagem, afirmou em uma entrevista que não enxerga o protagonista como uma figura completamente benevolente – uma surpresa para o guerreiro de coração puro.

Abandonou a família

A ausência paterna de Goku em Dragon Ball Z é compreensível, já que o personagem havia morrido duas vezes. No entanto, de acordo com o site Looper, sua segunda morte poderia ter sido melhor abordada. Quando os heróis da Terra tentam descobrir como trazer Goku de volta após a luta contra Cell, o Saiyajin diz que não quer ser revivido. Goku afirma que é um ‘ímã para problemas’, o que não é exatamente uma mentira. No entanto, ele comete uma grande gafe ao não explicar a motivação para a esposa Chi-Chi.

Péssimo pai

Goku pode até ser um pai carinhoso, mas nem sempre. Quando o herói morre na luta contra Cell, passa anos sem se comunicar com a família – mesmo estando com o Rei Kai, cujos poderes permitem a comunicação telepática com a Terra. Como resultado, Goku fica chocado ao descobrir a existência de Goten, seu filho caçula. O primeiro encontro de Goku e Goten é bastante emocionante no anime, mas não faz parte do mangá, no qual o protagonista parece nem ligar para Goten.

Desempregado em Dragon Ball

Goku é um dos artistas marciais mais habilidosos de Dragon Ball, mas se tem uma coisa que ele não consegue fazer, é arrumar um emprego. Ao invés disso, o protagonista da franquia divide seu tempo entre lutas com inimigos, treinamento e relaxamento. Dessa forma, a família de Goku depende completamente de Ox-King, o pai rico de Chi-Chi. Se não fosse por ele, a família não conseguiria se sustentar. Em algumas ocasiões, Goku pesca para a família – o que é de graça.

Confronto com Chi-Chi

O principal motivo para as brigas de Goku e Chi-Chi é o futuro de Gohan. Chi-Chi deseja ver o filho como um rico estudioso, com um trabalho influente e uma jornada promissora – muito diferente de Goku. Quando o massivo potencial de Gohan para as artes marciais é descoberto, os sonhos de Chi-Chi para o filho ficam ameaçados. Notadamente, Goku e Chi-Chi discordam sobre o treinamento de Gohan, principalmente quando o jovem começa a treinar com o pai e Piccolo. Eventualmente, Chi-Chi dá o braço a torcer, mas só depois de esbravejar com o marido.

Misericordioso até demais

Embora a piedade não seja exatamente algo ruim, a maneira como Goku exerce o sentimento é, no mínimo, irresponsável. Quando o herói impede Krillin de matar Vegeta, por exemplo, também deixa o Príncipe dos Saiyajins escapar da Terra. A atitude inicia a jornada de reabilitação de Vegeta, mas ao mesmo tempo, deixa aberto o caminho para mais massacres, como acontece em Namek. Goku também comete erros similares em sua luta com Moro, em Dragon Ball Super, e Frieza, na franquia original. No caso de Frieza, o vilão não demora a provar para Goku o alcance de sua impensada atitude.

Pouco inteligente

Goku é puro de coração, mas como um Saiyajin, tem um desejo inato de lutar – o que leva a decisões realmente idiotas. Quando Goku luta contra Kid Buu, por exemplo, ele e Vegeta decidem não realizar a fusão. A justificativa para a decisão não fez sentido algum, já que Goku e Vegeta afirmam preferir lutar sem pedir emprestada a força um do outro. Em uma luta até a morte, a fusão não seria a atitude correta? Afinal de contas, o importante é vencer, independente dos métodos utilizados. Goku usa o mesmo raciocínio no mangá de Dragon Ball Super, quando Supreme Kai oferece a ele os Brincos Potara na luta contra Zamasu.

As Esferas do Dragão

De acordo com o site Looper, Goku deveria utilizar as Esferas do Dragão para tornar a Terra um lugar melhor, ao invés de simplesmente restaurar o status quo do planeta. Com a ajuda dos itens mágicos, Goku poderia curar a fome mundial, acabar com as guerras, com a pobreza e até mesmo com as doenças. Mesmo assim, nem Goku e nem os outros personagens pensam em fazer pedidos do tipo para o dragão Shenron. O que, de acordo com o site Looper, é uma vergonha.

Decisões sem sentido

Segundo o Looper, certas decisões de Goku não fazem sentido algum. Quando o herói luta contra Buu como Super Saiyajin 3, decide não destruir o alienígena, mesmo tendo as habilidades para fazê-lo. Ele explica que deseja dar à geração mais jovem de lutadores uma oportunidade para derrotar Buu. A decisão leva a terríveis complicações, já que Buu mata inúmeros humanos enquanto aguarda os lutadores completarem o treinamento. Embora Goku e seus amigos contem com as Esferas do Dragão como uma maneira garantida de trazer os mortos de volta, teria sido muito mais fácil destruir Buu em primeiro lugar, e usar as Esferas para outro pedido.

No Brasil, Dragon Ball está na plataforma Crunchyroll.

Publicidade