Mais do que você gosta.

Publicidade

Controvérsia

Mansão Hype: Fãs querem boicotar polêmica nova série da Netflix

Ambientada no mundo dos influencers digitais, produção foi detonada nas redes sociais

Publicado por Alexandre Guglielmelli

07/01/2022 21:30

Já disponível na Netflix, Mansão Hype causou polêmica desde seu primeiro anúncio. O reality show acaba de chegar ao catálogo da plataforma, e muitos fãs apontam o projeto como uma das piores decisões que o streaming poderia ter tomado. Mas afinal de contas, por que a série documental provoca tanta controvérsia? Explicamos abaixo tudo que você precisa saber.

“Acompanhe de perto os astros mais badalados das redes sociais vivenciando o amor, a amizade e a fama. Tudo isso enquanto moram e criam conteúdo juntos”, afirma a sinopse oficial da produção na Netflix.

Continua depois da publicidade

Como a própria descrição já indica, Mansão Hype é ambientada no mundo dos tiktokers e influenciadores digitais, temática que desagradou muita gente.

Mesmo causando polêmica no mundo inteiro, Mansão Hype tem tudo para se tornar um sucesso de audiência na Netflix. Muitas vezes, produções detonadas chegam ao Top 10, já que inúmeros assinantes assistem aos episódios “pela força do ódio”, ou para criticá-los nas redes sociais.

Tudo sobre a polêmica de Mansão Hype na Netflix

Antes de virar série na Netflix, Mansão Hype (ou Hype House, no título original), já era bastante conhecida na internet, principalmente por adolescentes.

A Mansão Hype é um “coletivo de personalidades adolescentes do TikTok”, localizado em Los Angeles, na Califórnia.

O local é descrito como “uma mansão colaborativa, na qual criadores de conteúdo e influencers podem morar juntos, produzir vídeos e criar danças”.

Entre os integrantes da Mansão, destacam-se figuras conhecidas pela Geração Z, como Thomas Petrou, Mia Hayward, Alex Warren, Jack Wright, Chase Hudson e muitos outros.

A série da Mansão Hype foi anunciada originalmente pela Netflix em abril de 2021, e desde então, vem sendo extremamente criticada nas redes sociais.

Nem é preciso pensar muito para entender o motivo das críticas: para muita gente – especialmente o público mais maduro – TikTok é um sinônimo de futilidade, consumismo, jovens mimados e atitudes problemáticas.

Ou seja: o fato da Netflix criar uma série ambientada nesse universo funcionaria como uma espécie de divulgação (e até mesmo glamourização) para as controvérsias dos influencers, apresentando esses jovens para um público ainda mais abrangente.

E falando em atitudes problemáticas, os influencers da Mansão Hype já protagonizaram momentos extremamente controversos.

O elenco de Mansão Hype é formado por Chase Hudson, Nikita Dragun, Thomas Petrou, Larray, Sienna Mae Gomez, Alex Warren, Jack Wright, Kouvr Annon e Vinnie Hacker.

Em julho de 2020, durante o auge da pandemia de Covid-19 nos Estados Unidos, Nikita Dragun promoveu uma festa de aniversário para Larray na Mansão Hype – evento que contou com a presença do maquiador James Charles e outras celebridades.

Mesmo com as medidas de isolamento em vigor, a festa contou com a uma aglomeração de pelo menos 67 pessoas – o que foi comprovado por fotos e vídeos divulgados nas redes sociais.

E essa está longe de ser a primeira (ou única) polêmica dos influencers da Mansão Hype: muitos integrantes do coletivo já foram acusados de racismo, apropriação cultural, consumismo exagerado e, obviamente, de representar péssimos exemplos para o público adolescente.

Na época do anúncio de Mansão Hype na Netflix, internautas iniciaram um boicote à plataforma, afirmando que cancelariam as assinaturas se a série fosse realmente lançada.

Agora, basta saber se o público cumprirá as ameaças de boicote ou se assistirá aos episódios de Mansão Hype na plataforma.

Mansão Hype já está disponível na Netflix; veja abaixo o trailer e tire suas próprias conclusões.

Publicidade