Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

Rebelde: As principais referências do reboot à série original

Entre músicas, looks e personagens, sucesso da Netflix traz vários easter eggs de RBD

Publicado por Alexandre Guglielmelli

10/01/2022 20:00

Sucesso na Netflix, Rebelde se destaca por conquistar uma audiência mais moderna – ao mesmo tempo em que atinge em cheio a nostalgia dos fãs brasileiros. Isso acontece, principalmente, por easter eggs e referências da novela original. Listamos abaixo os 10 momentos de Rebelde na Netflix que remontam à novela da Televisa; veja.

“No colégio, começa o novo ano escolar, mas uma sociedade secreta ameaça os sonhos musicais dos alunos”, afirma a sinopse oficial de Rebelde na Netflix.

Continua depois da publicidade

A nova versão de Rebelde é um reboot, ou seja, é ambientada no mesmo universo da trama original. Por isso, personagens muito conhecidos retornam em novos papéis, como a Celina de Estefania Villarreal e a Pilar de Karla Cossío.

Fãs esperam que outros integrantes da encarnação original de Rebelde – exibida pelo SBT nos anos 2000 – também apareçam em participações especiais na 2ª temporada, que já foi confirmada pela plataforma.

Elite Way com novos estudantes

No centro da trama de Rebelde está o Elite Way School, descrito como “o mais renomado colégio interno da América Latina”. Na nova versão, os estudantes encurtam o nome da escola para EWS, mas a instituição é a mesma do RBD original. Na série, estudantes de todo o continente chegam para um novo ano letivo: Estebán vem de Puebla, Emilia do Brasil, Dixon da Colômbia e MJ da Califórnia.

Parentesco importante em Rebelde

Luka Colucci, o personagem de Franco Masini, surfa no legado e fortuna da família. O jovem é primo de Mia Colucci, a vocalista do RBD interpretada por Anahí na novela original, uma verdadeira lenda no EWS. Luka se matricula no Curso de Excelência Musical, desejando seguir os passos da prima e se tornar um cantor famoso – a despeito das expectativas profissionais de seu pai.

Os uniformes

Os uniformes originais de Rebelde se tornaram um verdadeiro fenômeno latinoamericano na época da novela original. Durante a adolescência, muitos brasileiros trajaram-se de réplicas exatas dos uniformes – marcados pelos inesquecíveis blazers vermelhos, gravata e mini saia. Na nova versão, os uniformes seguem o estilo original, mas trazem mudanças modernas e muitas novidades. Cada aluno tem a oportunidade de customizar as roupas com seus próprios estilos.

MJ e Roberta

Durante toda a primeira temporada de Rebelde, MJ fala sobre sua admiração por Roberta, a personagem de Dulce María na novela original. A personagem menciona Roberta pela primeira vez durante o trote da Seita, e também cita a personagem no episódio final, quando corre o risco de deixar a EWS. Em um momento emocionante, MJ se posiciona em frente ao uniforme de Roberta na sala de troféus do RBD, e parece encarnar completamente o espírito da personagem.

O legado de Mia

Mesmo afirmando ser uma seguidora de Rebelde, MJ chega à EWS com um adesivo de estrela na testa, honrando o estilo característico de Mia Colucci. Emilia faz questão de trazer a colega de volta para o mundo real. “Esqueça seu sonho de se tornar Mia Colucci. Não existe nada mais cringe que um fã”, afirma a personagem de Giovanna Grigio.

A banda RBD em Rebelde

Para introduzir completamente a nova geração de alunos no mundo de Rebelde, a Seita faz os novatos cantarem o tema original de RBD. Jana, MJ, Dixon, Luka, Andi e Estebán são chamados para a apresentação, e depois de alguns minutos desconfortáveis, acabam fazendo o maior sucesso – para a surpresa da Seita e de cada um deles.

A apreensão de Jana

Interpretada por Azul Guaita, Jana Cohen é uma das personagens mais populares do novo Rebelde da Netflix. Ela é a pop star que chega na EWS para se dedicar seriamente à carreira, sem a ajuda da influência do pai, um poderoso produtor musical. A Seita chama Jana para assumir os vocais principais da apresentação de Rebelde, mas a personagem sente que não tem talento suficiente para ocupar o posto de Mia Colucci.

Mais uma referência de Mia Colucci

No icônico clipe da canção “Sálvame”, Mia Colucci aparece com um chapéu de cowboy rosa. No Rebelde da Netflix, é a Seita que dá o mesmo chapéu para Jana, com a intenção de caracterizar a personagem como uma “Mia de segunda categoria”.

O tamborim de Luka

Em preparação para a apresentação musical, a Seita continua a oferecer as lembranças de Mia para os novos estudantes. Luka, por exemplo, recebe o tamborim rosa no formato de coração. Para quem não se lembra, é Mia quem toca o instrumento no clipe de “Sálvame”.

Os clássicos de RBD

Clássicos nunca saem de medo, e Rebelde faz um ótimo trabalho ao revitalizar as antigas canções do RBD. No segundo round da Batalha das Bandas, por exemplo, os grupos recebem a tarefa de criar covers para as músicas da banda. Sin Nombre ganha “Sálvame”, Colmena fica com “Tras de Mi” e XY, “Solo Quédate em Silencio”. Uma quarta banda, sem nome, fica com “Nuestro Amor”.

A 1ª temporada de Rebelde está disponível na Netflix.

Publicidade