Mais do que você gosta.

Publicidade

Polêmica

Veja por que Emily em Paris é chamada de “ofensiva” na Netflix

Série é estrelada por Lily Collins

Publicado por Victor Carvalho

02/01/2022 10:00

A série Emily em Paris, da Netflix, está envolvida em uma nova polêmica. Desta vez, um importante diplomata chamou a produção de “ofensiva”.

O diplomata e ministro da cultura da Ucrânia, Oleksandr Tkachenko, reclamou sobre a série em uma entrevista para o Mirror UK. Ele criticou a representação de pessoas ucranianas de Emily em Paris.

Continua depois da publicidade

Ele disse: “Antigamente, os ucranianos eram sempre retratados como criminosos. Com o tempo, as coisas mudaram, mas nesse caso, não para a melhor.”

“Em Emily em Paris, temos uma caricatura de pessoas ucranianas que é inaceitável. Isso é ofensivo.”

Ele acrescentou: “É assim que os ucranianos são vistos no exterior? Como pessoas que roubam, que querem tudo de graça e que têm medo de serem deportadas? Não deveria ser assim.”

Mais sobre Emily em Paris

Criada por Darren Star, autor de Younger e Sex and the City, Emily em Paris traz Lily Collins como a protagonista homônima. Apresentada como uma executiva de marketing em Chicago, Emily se muda para Paris para revitalizar as redes sociais de um icônica grife de luxo.

Nos 10 primeiros episódios da série, Emily e seus novos colegas de trabalho aprendem uns com os outros, e usam suas experiências e visões coletivas para criar uma interessante estratégia comercial.

No segundo ano, Emily mostra que está se tornando cada vez mais francesa. Ao mesmo tempo, a personagem está com dúvidas em vários campos da vida dela, inclusive o amoroso – em que deve formar um triângulo amoroso.

O seriado ainda tem Philippine Leroy-Beaulieu e Ashley Park no elenco.

“Emily Cooper consegue o trabalho dos sonhos em Paris. Agora, ela precisa administrar a carreira, os amigos e o amor na Cidade Luz”, diz a sinopse oficial.

Emily em Paris está disponível na Netflix.

Publicidade