Mais do que você gosta.

Publicidade

Controverso

Após perder assinantes, Netflix considera medida polêmica

Planos mais baratos podem aparecer no futuro

Publicado por Guilherme Coral

20/04/2022 10:47

A Netflix recentemente revelou ter perdido grande número de assinantes no primeiro trimestre de 2022. Ao todo, foram 200 mil assinantes que cancelaram suas assinaturas, é a primeira vez em 10 anos que a Gigante do Streaming demonstra saldo negativo de assinantes.

Em meio a esse cenário, a companhia considera criar planos mais baratos , mas com anúncios, algo que a empresa dizia que jamais faria.

Durante reunião com os investidores, o CEO Reed Hastings indicou tal ideia, dizendo (via Variety):

“Estamos bem abertos a oferecer preços menores com anúncios como escolha do consumidor”.

‎”Uma forma de aumentar o spread de preços é a publicidade em planos mais baratos e ter preços mais baixos com a publicidade. Quem acompanhou a Netflix sabe que fui contra a publicidade e um grande fã da simplicidade da assinatura”.

Hastings explicou a linha de raciocínio por trás da ideia.

“Mas por mais que eu seja fã disso, sou um grande fã da escolha do consumidor. Permitir que os consumidores que gostariam de ter um preço mais baixo e são tolerantes à publicidade obter o que querem faz muito sentido. Então, isso é algo que estamos olhando agora, estamos tentando descobrir ao longo do próximo ano ou dois”.

O que está acontecendo com a Netflix?

Em comunicado à imprensa e aos acionistas, os executivos da Netflix escrevem: Nosso crescimento de receita desacelerou consideravelmente, conforme mostram nossos resultados e previsões.

A carta continua, culpando a prática de compartilhamento de senhas entre usuários.

“O streaming está conquistando o linear, como prevíamos, e os títulos da Netflix são muito populares em todo o mundo. No entanto, nossa penetração doméstica relativamente alta – ao incluir o grande número de famílias que compartilham contas – combinada com a concorrência, está criando ventos contrários no crescimento da receita”, escrevem.

O texto continua: “O grande impulso do COVID para o streaming obscureceu a imagem até recentemente. Enquanto trabalhamos para reacelerar nosso crescimento de receita – por meio de melhorias em nosso serviço e monetização mais eficaz do compartilhamento multifamiliar – manteremos nossa margem operacional em torno de 20%. “

“A chave para o nosso sucesso tem sido nossa capacidade de criar entretenimento incrível de todo o mundo, apresentá-lo de maneiras altamente personalizadas e ganhar mais visualizações do que nossos concorrentes. Esses são os principais pontos fortes e vantagens competitivas da Netflix. Juntamente com nossa forte lucratividade, acreditamos que temos a base a partir da qual podemos melhorar significativamente e monetizar melhor nosso serviço a longo prazo”, diz a carta.

Publicidade