Mais do que você gosta.

Publicidade

Inusitado

Ator de Lost deixa as pessoas nervosas; veja por quê

Astro de famosa série compartilha história engraçada em avião

Publicado por Guilherme Coral

07/05/2021 13:51

Daniel Dae Kim se tornou famoso ao interpretar Jin-Soo Kwon em Lost. A série acabou em 2010 e, durante o período de maior sucesso da obra, ele deixava as pessoas nervosas. Especialmente durante viagens de avião.

O ator participou do programa de Jimmy Kimmel recentemente e compartilhou uma anedota engraçada, sobre como ele e o elenco da série deixaram outros passageiros nervosos, quando viajaram de avião.

Continua depois da publicidade

“Lembro que estávamos indo do Havaí para Los Angeles para um evento com a imprensa, e todos nós do elenco de Lost estávamos entrando no avião”, disse o ator.

“Nem pensamos no sucesso do programa. E as pessoas começaram a olhar para nós e então começaram a olhar para baixo, nervosas. Porque se todos nós estivéssemos no avião, eles teriam problemas – porque nós sobrevivemos”, continuou o astro de Lost.

Felizmente, tirando o acontecimento fictício da série, o elenco de Lost não esteve no meio de um desastre aeronáutico.

Veja a participação do astro de Lost no programa de Jimmy Kimmel, abaixo.

Criador revela final original de Lost

Lost ganhou a fama de uma das séries mais revolucionárias da TV com as primeiras temporadas. Porém, terminou de forma polêmica, com parte dos fãs odiando o final e outra defendendo.

O certo é que ao longo de seis temporadas, Lost deixou muitos mistérios que não foram respondidos. Alguns fãs tiveram a sensação de que a história começou a ser aumentada sem coerência.

Em entrevista para o Collider, o roteirista e co-criador Damon Lindelof confirmou o que muitos fãs imaginavam. Lost tinha três temporadas planejadas, mas houve um pedido para que a série fosse aumentada.

O roteirista revelou longas conversas com a ABC, a emissora original. Executivos insistiam que Lost ganhasse mais mistérios para continuar, enquanto os criadores queriam seguir o plano traçado no piloto.

Lost começou como, ‘O que tem na escotilha? Quem são os monstros? Quem é o verdadeiro Sawyer? Como Locke deixa a cadeira de rodas? Qual é a natureza da ilha? Por que está se mexendo? Quem são os outros?’ Havia os mistérios e nós dizíamos, ‘Nós queremos responder isso ao final da primeira temporada, depois aquilo no final da segunda e a série basicamente termina em três anos'”, relembrou o roteirista.

Porém, a resposta que os produtores ouviam era de que as pessoas queriam ver Lost, então a série deveria continuar. As discussões seguiram, pelo menos, até a terceira temporada.

Naquele momento, o seriado tinha começado a perder qualidade. A emissora decidiu realizar o desejo dos criadores, mas a proposta foi exagerada.

Quando Lindelof e Carlton Cuse conseguiram convencer a ABC, a dupla ouviu uma proposta absurda. A emissora queria 10 temporadas de Lost.

Naquele momento, a série estava na terceira temporada e o escritor relembrou que a sala de roteiristas tinha dificuldade em dar um destino para o seriado – já que teria que continuar por mais tempo.

“Eles foram como, ‘Nós concordamos em deixar vocês terminarem’. Eu disse para o presidente da ABC (Steve McPherson), ‘Obrigado’. Então, responderam, ‘Pensamos até a 10ª temporada’. Pense você, estando na metade da terceira temporada. É o mesmo que dizer que não vai terminar, quantos dramas chegam até a 10ª temporada?”, recordou ainda o escritor.

A dupla conseguiu reduzir para seis temporadas o acordo. O que também atrapalhou Lost foi a greve dos roteiristas, que fez o quarto ano ser cortado.

“O restante foi basicamente como conversamos. Não posso dizer que tudo funcionou, mas nós tínhamos um plano e executamos ele”, concluiu o co-criador de Lost.

De qualquer forma, agora os fãs sabem que Lost deveria ter acabado na terceira temporada. Com certeza o final da série teria sido bastante diferente.

Lost está na Amazon Prime Video.

Publicidade