Mais do que você gosta.

Publicidade

Mudou tudo

Ator de The Boys diz que série arruinou filmes de super-heróis para ele

Tomer Capone revela efeito da série na sua vida

Publicado por Karol M.

25/06/2022 14:32

Em tempos de Marvel e DC dominando os cinemas com suas histórias sobre heróis que fazem de tudo pelo bem das pessoas ao seu redor, a série The Boys da Amazon Prime Video conquistou o público por trazer uma versão corrupta daqueles que deveriam lutar pelo povo, incluindo sátiras a famosos políticos.

Tomer Capone, que interpreta Frenchie no programa de sucesso, disse que a série arruinou os filmes de super-heróis para ele.

Continua depois da publicidade

Em entrevista recente ao Uproxx, ele disse: “Acho que arruinou toda a experiência de super-herói para mim. Eu costumava pensar que homens em Spandex que têm poderes especiais são legais. Mas essa série apenas limpou isso. Quando vejo super-heróis na tela, não compro mais.”

Ele continua: “Nos últimos 10 anos, todo mundo estava nessa coisa de super-herói, tentando fugir da realidade. E então eu li The Boys e fiquei tipo, ‘Eles pegaram o gênero e deram uma virada do caralh*’. Eles disseram: ‘Vamos ver como os super-heróis agem na frente do espelho no fim do dia. O que eles realmente fazem quando estão tirando o Spandex?”

The Boys no Amazon Prime Video

The Boys funciona como uma grande sátira aos quadrinhos, filmes e séries de super-heróis. Vemos seres super-poderosos claramente baseados nos personagens da DC e Marvel, mas com uma reviravolta: eles não são exatamente “heróis”.

Cada um deles conta com defeitos humanos, enquanto alguns são puramente psicopatas, como é o caso do vilão, o Capitão Pátria.

Nesse meio, um grupo de vigilantes busca acabar com esses heróis, que são patrocinados e estão a mando da grande corporação Vought.

The Boys tem duas temporadas completas no Amazon Prime Video. O terceiro ano está em exibição, com novos episódios lançados às sextas-feiras.

Sobre o autor

Karol M.

Karol M.

Graduada em Letras: Português e Inglês, sou viciada em dramas coreanos, k-pop, animes, livros e Harry Potter, com espaço ainda para filmes de animação e romances clichês. Escrevo sobre tudo o que amo desde que me conheço por gente.

Publicidade