Mais do que você gosta.

Publicidade

De arrepiar

Baseada em crime real, série da Netflix deixa assinantes “enojados”

Espectadores discutem a revoltante história de Rezar e Obedecer nas redes sociais

Publicado por Alexandre Guglielmelli

13/06/2022 19:00

Recém-chegada ao catálogo brasileiro da Netflix, a minissérie Rezar e Obedecer tem dado o que falar. A produção documental acompanha a trajetória e os crimes de Warren Jeffs, o chefe da Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Nas redes sociais, muitos assinantes da plataforma afirmam terem ficado “chocados e enojados” com a história real.

“Esta série documental mostra a ascensão de Warren Jeffs na Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e o chocante caso criminoso contra ele”, afirma a sinopse oficial de Rezar e Obedecer na Netflix.

Continua depois da publicidade

Produzida pela premiada cineasta Rachel Dretzin, Reza e Obedecer traça um panorama assustador sobre o que acontecia na igreja de Warren Jeffs, entre casos de pedofilia, incesto, abuso sexual e poligamia.

Revelamos abaixo o que o público brasileiro está achando de Rezar e Obedecer na Netflix; confira.

Fãs da Netflix ficam revoltados com Rezar e Obedecer

Com apenas 4 episódios, Rezar e Obedecer é perfeita para uma maratona de fim de semana. Muitos espectadores que já conferiram a série usaram as redes sociais para discutir sua assustadora história real.

O consenso dos assinantes da Netflix revela que Rezar e Obedecer é uma série nojenta e revoltante.

“Assistir à série documental Rezar e Obedecer foi o equivalente a ter assistido o pior filme de terror psicológico que possa existir. Angustiante e perturbador. Que tamanha desgraça é o abuso religioso! A liderança cega é uma das armadilhas mais ardilosas dentro das comunidades”, comentou uma espectadora na rede social.

Para muitos espectadores, o aspecto mais assustador de Rezar e Obedecer é o fato da minissérie abordar uma história real.

“O documentário Rezar e Obedecer te choca em tantos níveis, que nem parece que é real. Mas é muito real. O pior é saber que a loucura daquele povo continua até hoje”, avalia outra assinante no Twitter.

Rezar e Obedecer repete o sucesso de outras produções de true crime na Netflix, como Pai Nosso? e Mindhunter.

“Na Netflix tem o documentário Rezar e Obedecer. O fanatismo religioso é tão perigoso quanto é inútil tentar convencer um fanático a parar de defender aquele que se diz homem de Deus. Por isso, não discutam com fanáticos religiosos”, comentou outro espectador.

Alguns assinantes da Netflix também apontaram a hipocrisia de um dos entrevistados da minissérie.

“Em Rezar e Obedecer, tem um cara falando que a gota d’água para ele foi o ‘profeta’ pedir para entregar as armas. Ou seja: o cara se casar com 65 mulheres e entregar a própria filha para ser uma delas, ok. Mas não poder usar armas, aí não!”, afirmou outra espectadora.

Rezar e Obedecer já está disponível no catálogo brasileiro da Netflix. Veja abaixo algumas reações originais.

Sobre o autor

Alexandre Guglielmelli

Alexandre Guglielmelli

Formado pela PUC Minas, sou especialista em filmes de terror, reality shows e cultura pop. Nas horas vagas, gosto de escrever e oferecer indicações de filmes e séries para os amigos.

Publicidade