Mais do que você gosta.

Publicidade

Sem spoilers

Bridgerton: História mais empolgante da 2ª temporada não está nos livros

Série de Shonda Rhimes na Netflix conquista fãs ao expandir a trama de personagem querida

Publicado por Alexandre Guglielmelli

07/03/2022 19:30

Fãs mal podem esperar pela estreia da 2ª temporada de Bridgerton na Netflix. Como nos livros de Julia Quinn, a nova temporada vai abordar a história de outro integrante do clã britânico, como aconteceu com Daphne nos primeiros episódios. Segundo o site Screen Rant, a história mais empolgante do segundo ano não está nos livros, mas tem tudo para fazer o maior sucesso na plataforma.

“Oito irmãos inseparáveis buscam amor e felicidade na alta sociedade de Londres. Inspirada nos best-sellers de Julia Quinn”, afirma a sinopse de Bridgerton na Netflix.

Continua depois da publicidade

Vale lembrar que, antes da estreia do hit sul-coreano Round 6, Bridgerton quebrou recordes como a série mais popular da história da Netflix.

Antes que a série retorne com sua 2ª temporada, veja abaixo qual é a trama mais interessante do futuro de Bridgerton e confira por que ela não está nos livros.

A melhor trama de Bridgerton em 2022

Interpretada por Golsa Rosheuvel, a Rainha Charlotte representou um reforço de peso no elenco da 1ª temporada de Bridgerton. Caracterizada como uma personagem bombástica e excêntrica, ela rapidamente se tornou uma das preferidas dos fãs.

Embora a personagem tenha um papel bem menor nos livros, Shonda Rhimes tomou a decisão de aumentar sua importância na série – algo que deve continuar na 2ª temporada.

Os novos episódios de Bridgerton devem expandir ainda mais a história da Rainha, principalmente em relação à sua rixa com Lady Whistledown e sua intenção em descobrir a verdadeira identidade da fofoqueira.

Quem assiste Bridgerton já sabe que Lady Whistledown, na verdade, é Penelope Featherington, a personagem de Nicola Coughlan.

“Além disso, a decisão de caracterizar a Rainha como uma mulher não-branca deve aumentar os debates sobre raça e cor, iniciados na 1ª temporada”, comenta o site Screen Rant.

Como o plano da Rainha em expor a verdadeira identidade da Lady Whistledown foi frustrado por Eloise no final da 1ª temporada, será interessante conferir como a monarca tentará descobrir as intenções da colunista no segundo ano.

“A batalha entre personagens femininas fortes, como a Rainha e a Lady Whistledown será um reforço bem- vindo na 2ª temporada, destacando a inteligência feminina em um mundo no qual os homens são considerados ‘intelectos superiores’”, avalia a publicação.

Bridgerton faz um ótimo trabalho ao apresentar ao público uma versão alternativa da sociedade londrina durante o período da Regência – um mundo no qual pessoas não-brancas, como Lady Danbury e o Duque Simon Hastings, também têm títulos de nobreza.

“Nós éramos duas sociedades divididas pela cor, até que um rei se apaixonou por um de nós”, afirma Lady Danbury na 1ª temporada.

A 2ª temporada de Bridgerton estreia na Netflix em 25 de março; veja abaixo o trailer.

Publicidade