Mais do que você gosta.

Publicidade

Controvérsia

Brincando com Fogo cria polêmica com beijo de duas participantes

Reality show de namoro da Netflix retorna com 3ª temporada e críticas nas redes sociais

Publicado por Alexandre Guglielmelli

09/02/2022 08:15

Recém-chegada na Netflix, a 3ª temporada de Brincando com Fogo causa polêmica ao mostrar um beijo entre duas participantes. Mas a controvérsia não acontece pelo beijo em si, mas pela maneira como ele é caracterizado no reality show. De acordo com especialistas, a cena mostra uma tendência preocupante nos realities de namoro da plataforma.

“Jovens solteiros e cheios de energia numa praia paradisíaca. Parece perfeito, só que para ganhar o grande prêmio, eles precisam renunciar ao sexo”, afirma a sinopse de Brincando com Fogo na Netflix.

Continua depois da publicidade

O reality show é um dos programas mais populares da plataforma, e após fazer grande sucesso com o público internacional, também ganhou versões brasileiras e latinoamericanas.

Segundo o site Insider, a 3ª temporada perdeu uma oportunidade para investir na representatividade LGBTQIA+, e ao invés de apostar em uma caracterização positiva, transformou o beijo de duas participantes em algo chocante, fetichizado por outros concorrentes.

A polêmica de Brincando com Fogo 3 na Netflix

No primeiro episódio da nova temporada de Brincando com Fogo, duas participantes – Izzy e Georgia – se beijam para testar as regras do jogo.

Quando o beijo é revelado ao grupo no segundo episódio, os participantes Stevan e Truth fazem comentários problemáticos.

“Não posso ficar bravo. Isso foi quente!”, comentou Stevan.

Muitos fãs usaram o Twitter para reclamar da cena, afirmando que o momento deixou parte do público desconfortável.

A cena se torna ainda mais problemática se considerarmos a ausência total de representatividade LGBTQIA+ nas primeiras temporadas.

Embora a série já tenha contado com três participantes bisexuais, falhou em mostrar qualquer tipo de relacionamento não-hetero.

De acordo com a Netflix, os criadores de Brincando com Fogo não têm controle sobre os atos dos participantes. No entanto, os editores e produtores escolhem as cenas que aparecem nos episódios.

Em uma entrevista ao site Insider, a fã May Huang, admiradora da série desde a primeira temporada, explicou que a reação dos participantes masculinos tornou o beijo de Izzy e Georgia desconfortável.

“A ênfase é colocada na reação dos caras. Por isso, o momento é caracterizado e manipulado sob o olhar masculino”, comentou a fã.

Em outra entrevista, a especialista Raina Deerwater, da organização GLAAD, também criticou a maneira que Brincando com Fogo caracteriza o beijo das participantes.

“É estranho o fato da série não contar com qualquer relacionamento LGBTQIA+, e mesmo assim, usar clipes de mulheres se beijando. É algo antiquado, e remonta ao clichê de mostrar mulheres queer como algo chocante, não como pessoas normais”, analisa a especialista.

Procurada pelo site Insider, a Netflix não se pronunciou sobre a polêmica.

A 3ª temporada de Brincando com Fogo está disponível na Netflix.

Publicidade