Mais do que você gosta.

Publicidade

Nova era

Cavaleiro da Lua traz grande mudança no MCU, que você não percebeu

Marvel pode tentar atrair mais grandes nomes para seus filmes e séries

Publicado por Redação

05/07/2022 09:35

A introdução de Oscar Isaac como o Cavaleiro da Lua marca uma mudança na forma como a Marvel Studios lida com seus contratos.

Estreando em sua própria série Disney+, Cavaleiro da Lua, Isaac interpreta um dos mais novos heróis do MCU. Embora o arco do Cavaleiro da Lua esteja apenas começando, não está claro onde e quando ele aparecerá em seguida na franquia.

Continua depois da publicidade

Antes mesmo de estrear, Cavaleiro da Lua já estava confirmado como sendo uma minissérie. Isso significava que o show foi criado para durar apenas uma temporada, com um final definitivo.

Após seus seis episódios, no entanto, ficou claro que a série estava configurando o futuro de Steven Grant e Marc Spector no MCU com a introdução do terceiro alter-ego, Jake Lockley .

A Marvel Studios continua calada sobre o que vem a seguir para o personagem, mas Isaac revelou anteriormente que seu contrato com a Marvel era apenas para uma temporada da série Disney+.

Isso significa que, se a franquia precisar que o Cavaleiro da Lua apareça em qualquer projeto futuro do MCU, eles terão que renegociar o pagamento e quantas vezes o ator viverá o personagem.

Nova abordagem no MCU

De acordo com o ex-assessor jurídico da Marvel Studios, Paul Sarker, esta é uma mudança de procedimento para a organização.

Em entrevista ao ScreenRant, ele revelou ter ficado surpreso ao saber que Isaac só conseguiu um contrato de uma temporada como Cavaleiro da Lua. Aparentemente, a Marvel Studios tende a prender seu talento por muito mais tempo, em um esforço para garantir seu envolvimento em qualquer outro projeto futuro, que possa precisar da presença de seu personagem.

“Fiquei surpreso ao ouvir que Oscar Isaac fez um contrato de uma temporada, porque quando eu estava na Marvel – isso foi há cinco ou seis anos – os contratos com os atores eram significativamente mais longos. Eles geralmente envolviam opções para o cinema, opções para sequências e prelúdios, opções de participação especial e outras opções para franquias e, muitas vezes, para a televisão”, disse Sarker.

“A Marvel, devido à natureza interconectada de suas histórias e ao fato de estar produzindo conteúdo em tantos gêneros e formas diferentes de mídias, precisa de muita flexibilidade. Mas também eles querem ter alguma previsibilidade contratual para poder dizer: ‘Se precisarmos que esse personagem apareça em um programa de TV e não pudermos reformular todas as vezes…’ A estrutura de opções lhes dá muita flexibilidade em termos de preço e certeza de que haverá continuidade entre o ator desempenhando o mesmo papel no filme e no programa de TV – é isso que os fãs apreciam. Portanto, há claramente benefícios em ter isso de uma perspectiva de estúdio”, continuou.

O ex-assessor da Marvel disse que provavelmente estão querendo dar mais flexibilidade aos atores, potencialmente atraindo mais grandes nomes para o MCU

“Dito isto, como Kevin [Feige] disse no ano passado, eles estão se inclinando para acordos de curto prazo agora, porque não querem que os atores se sintam forçados a estar em filmes – e é um grande compromisso. Se você está oferecendo o papel para alguém que está apenas começando no MCU, eles podem ser um ator muito estabelecido, como Oscar Isaac ou Joaquin Phoenix, e você oferece a eles um acordo com dez opções que podem levar uma década de sua vida. Isso é um compromisso enorme”.

Cavaleiro da Lua já está disponível no Disney+. Clique aqui para assinar o serviço de streaming.

Sobre o autor

Publicidade