Mais do que você gosta.

Publicidade

Mais um caso

Criador de The Office é acusado de transfobia e homofobia após especial na Netflix

Não é o primeiro comediante da Netflix a ser acusado de tal

Publicado por Guilherme Coral

25/05/2022 09:05

Rick Gervais, criador de The Office (a versão britânica, que foi adaptada nos EUA), foi acusado de transfobia e homofobia após o especial de comédia SuperNatureza, na Netflix.

A associação GLAAD, nos EUA, que luta pelos direitos LGBTQIA+, criticou o especial de Ricky Gervais, dizendo que ele faz comentários transfóbicos, homofóbicos e ainda espalha informações imprecisas sobre o HIV.

Continua depois da publicidade

“Nós assistimos o especial de ‘comédia’ de Ricky Gervais na Netflix para que você não precise. Está cheio de comentários gráficos, perigosos e transfóbicos disfarçados de piadas. Ele também usa retórica homofóbica e espalha informações imprecisas sobre o HIV”, começa o comunicado (via ScreenRant).

“Atenção, Ricky e Netflix: as pessoas que vivem com HIV hoje, quando em tratamento eficaz, levam uma vida longa e saudável e não podem transmitir o HIV a outras pessoas”, continua o comunicado.

A GLAAD também critica a própria Netflix por disponibilizar esse tipo de conteúdo, permitindo que “ditos comediantes que espalham ódio ao invés de humor” estejam na plataforma. A associação provavelmente refere-se a Dave Chappelle, que também fez comentários transfóbicos em especial da Netflix.

Ricky Gervais: SuperNatureza está disponível na Netflix.

Sobre o autor

Guilherme Coral

Guilherme Coral

Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes e séries, ao curso de Cinema e Audiovisual e atualmente me aventuro pela faculdade de Jornalismo.

Publicidade