Mais do que você gosta.

Publicidade

Chocados!

Desvendado truque de The Witcher para cenas de luta realistas

Entenda como a Netflix faz isso

Publicado por Karol M.

07/04/2022 17:53

Baseada nos livros de Andrzej Sapkowski, a série The Witcher, da Netflix, pode ser ambientada em um universo de fantasia criado pelo autor polonês, mas não deixa de buscar o máximo de realismo quando pode, principalmente em suas cenas de luta.

Em um vídeo divulgado pela própria Netflix há dois anos, o ator Henry Cavill, que interpreta Geralt de Rivia, revela o passo a passo detalhado de como ele mesmo ajudou a coreografar uma das batalhas da série: a briga no mercado de Blaviken!

Ao lado de uma equipe de coordenadores de dublês e cineastas que trabalham juntos para dar vida a essas cenas. com apoio ainda em muito treinamento e, claro, dos efeitos visuais, é possível criar coreografias realistas para as batalhas, mas há um outro segredo: um operador de câmera qualificado.

O trabalho do câmera

O trabalho de um operador de câmera vai muito além do que apenas segurar o objeto enquanto tudo é gravado: ele é o grande responsável por fazer a página acontecer.

Em The Witcher, esse “mágico” se chama James Frater. Ele é operador da Steadicam, equipamento utilizado para dar mais estabilidade ás câmeras, de modo que a gravação não fique tremida por movimentos involuntários de seu operador.

Louise Hooper, diretora da série, fala com orgulho sobre como o trabalho dele acrescenta ao show: “O cara que fez o trabalho de câmera, James [Frater], foi realmente brilhante. Ele é o nosso steadicam. Ele fica se movendo com os atores, então nada é estático – dando fluxo de ação e energia”.

A Panavision também destacou o trabalho de Frater no Twitter, em um vídeo que impressiona com a facilidade em que ele acompanha a ação. Confira:

Mais sobre The Witcher na Netflix

A luta para salvar o Continente continua na segunda temporada de The Witcher. Agora, o Geralt de Henry Cavill aceitou o seu destino e cuidará de Ciri.

No elenco, além do astro, Freya Allan e Anya Chalotra retornam nos papéis de Ciri e Yennefer. Uma importante aparição na segunda temporada é o mentor de Geralt, Vesemir, que é interpretado por Kim Bodnia.

“Convencido da morte de Yennefer na Batalha de Sodden, Geralt de Rívia leva a Princesa Cirilla ao lugar mais seguro que conhece: Kaer Morhen, onde passou a infância. Mas, enquanto os reis, elfos, humanos e demônios lutam pela supremacia fora das muralhas do Continente, a garota enfrenta um perigo muito maior: seu próprio poder”, diz a descrição da segunda temporada.

Baseada nos livros best-sellers de fantasia, The Witcher é uma saga épica sobre família e destino. É a história de três pessoas com caminhos interligados no vasto mundo Continente, onde humanos, elfos, bruxos, gnomos e monstros lutam para sobreviver e prosperar, e onde o bem e o mal não são tão fáceis de identificar.

The Witcher conta com duas temporadas na Netflix.

Publicidade