Mais do que você gosta.

Publicidade

Legion | Série derivada de X-Men contém elementos da banda Pink Floyd

Publicado por Redação

09/02/2017 11:51

Os fãs astutos de rock n’ roll podem ter percebido um easter egg no primeiro epissódio de Legion que remete à icônica banda Pink Floyd.

A série conta a história de David Heller, um cara que escuta vozes e tem superpoderes. No primeiro episódio, Heller vive em uma instituição para doentes mentais e conhece outra paciente, Syd (Rachel Keller). Os dois se aproximam, apesar de Syd não aguentar ser tocada, até que eventos acabam separando-os.

Continua depois da publicidade

Se você é familiarizado com a história do rock, o nome completo de Syd pode te trazer lembranças. É Syd Barrett – mesmo nome do falecido membro fundador do Pink Floyd. Barrett é conhecido por ter criado o nome da banda, apesar de ter saído do grupo em 1968. Ele morreu em 2006.

De fato, Pink Floyd faz parte de Legion. Na New York Comic-Con de 2016, o produtor executivo Noah Hawley disse que quando o seriado foi imaginado, ele se reuniu com o compositor Jeff Russo para falar sobre sua trilha. Hawley contou que disse a Russo que queria que a Legion invocasse o “Dark Side of the Moon” de Pink Floyd. “Esse álbum mais do que tudo é realmente a paisagem sonora da doença mental em algum grau”, disse Hawley na Comic-Con.

A primeira temporada de Legion terá apenas 8 episódios e estreou mundialmente em 8 de fevereiro.

Legion terá que se provar antes de crossover com X-Men, diz criador da série

A série acompanha a história de Haller (Dan Stevens, de Downton Abbey e o vindouro A Bela e a Fera) que, desde a adolescência, vem lutando contra uma doença da mente. Diagnosticado como esquizofrênico, David tem entrado e saído de hospitais psiquiátricos por anos. Mas depois de um estranho encontro com um paciente, ele é confrontado com a possibilidade de que as vozes que ouve e as visões que vê podem ser reais.

Publicidade