Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

Netflix fez grande mudança sobre terror da história original de Arquivo 81

Série assustadora da plataforma é inspirada em sinistro podcast

Publicado por Alexandre Guglielmelli

19/01/2022 20:00

Lançada recentemente na Netflix, Arquivo 81 tem tudo para se tornar uma das melhores séries de terror da plataforma em 2022. A produção é baseada no podcast homônimo, mas faz mudanças importantes na história original. Uma delas envolve a influência do cristianismo na trama. O site CBR explica tudo sobre essa mudança; veja abaixo.

“Um arquivista é contratado para recuperar fitas de vídeo danificadas e fica obcecado em resolver um mistério envolvendo a diretora desaparecida e uma seita demoníaca”, afirma a sinopse de Arquivo 81 na Netflix.

Continua depois da publicidade

Após estrear na plataforma, a série fez muito sucesso com o público e com a crítica especializada. Um dos aspectos mais elogiados foi a atuação do elenco, além da sinistra ambientação da trama.

Mamoudou Athie e Dina Shihabi, em especial, foram aclamados pelas performances como Dan Turner e Melody Pendras. O elenco da série conta também com Evan Jonigkeit, Julia Chan, Matt McGorry e Martin Donovan.

Imagem de fundo da série Arquivo 81

Grandes mudanças em Arquivo 81, na Netflix

De acordo com o site CBR, a principal mudança entre o podcast original e a série da Netflix é o papel do cristianismo e do satanismo.

Na série, o cristianismo e o satanismo são as chaves para a revelação da Seita Vos Society e a devoção do grupo ao demônio Kaelego.

Conceitos como magia negra e bruxas são introduzidos para responder às perguntas dos personagens principais, mas isso não acontece no podcast original.

No podcast de Arquivo 81, o cristianismo não é um tema importante. Na verdade, a produção original foca mais no aspecto desconhecido do mundo cósmico, uma abordagem no estilo de H.P. Lovecraft.

O podcast de Arquivo 81 está incluído no subgênero terror cósmico, no qual a existência humana é insignificante se comparada a estranhas e poderosas forças espaciais – cujas verdadeiras formas nem podem ser compreendidas pelo intelecto humano.

A série da Netflix, por outro lado, foca mais na infância de Melody na Igreja, e utiliza os flashbacks para criar conexões entre a religião e a paranoia da personagem.

Essa tendência é vista particularmente quando um padre tenta performar um exorcismo em Jess.

Outra mudança importante acontece na premissa da série. No podcast, Dan restaura as fitas de áudio de Melody, e na produção da Netflix, fitas VHS.

A mudança faz sentido, já que podcasts contam apenas com áudio para narrar suas histórias. Na TV, os espectadores conseguem ver a deterioração da psique de Dan com os próprios olhos, vislumbrando o terror junto com o protagonista.

Todos os episódios da primeira temporada de Arquivo 81 estão disponíveis na Netflix.

Publicidade