Mais do que você gosta.

Publicidade

Debandada

Netflix planeja grande mudança e assinantes ameaçam: “Tô fora”

Após sofrer enorme prejuízo, plataforma pode tomar decisão drástica

Publicado por Alexandre Guglielmelli

20/04/2022 20:30

Em 2022, a Netflix vive um dos anos mais difíceis de sua história. Sofrendo com a perda constante de assinantes, greves de equipes de produção e a enorme concorrência de outras plataformas, o streaming planeja tomar uma decisão drástica, que tem tudo para sair pela culatra: a inclusão de propagandas em filmes e séries.

Reed Hastings, o CEO da Netflix, já havia garantido que propagandas e anúncios nunca fariam parte do modelo de negócios da Netflix.

“Nenhuma propaganda será colocada na Netflix. Ponto final. Nós incluímos apenas trailers relevantes e outros conteúdos que vocês podem gostar”, comentou o executivo em uma postagem do Facebook, em 2015.

Mas dado o grande prejuízo sofrido pela plataforma nos últimos meses, Hastings parece ter mudado de ideia. Veja abaixo tudo que já sabemos sobre essa história.

Netflix terá propagandas em 2022?

Segundo uma matéria do jornal The New York Times, o plano da Netflix para recuperar o dinheiro perdido em 2021 é o seguinte: a inclusão de propagandas em planos mais baratos.

Ou seja: os assinantes poderão pagar um preço menor pela assinatura, mas terão que assistir anúncios entre filmes e séries.

“Quem acompanha a trajetória da Netflix sabe que eu sempre estive contra a complexidade dos anúncios, já que sou um grande fã da simplicidade das assinaturas”, comentou o executivo em uma reunião sobre os lucros da companhia.

Reed Hastings afirma que o novo modelo não vai prejudicar os assinantes da plataforma, mas sim aumentar a liberdade dos clientes.

“Permitir que os consumidores que gostariam de ter um preço mais baixo, e são tolerantes à publicidade, consigam o que querem, faz muito sentido”, explicou o CEO.

Só nos primeiros três meses de 2022, a Netflix perdeu mais de 200 mil seguidores, segundo o The New York Times.

Em uma carta aos assinantes, a plataforma afirma que a perda de seguidores é ocasionada pela concorrência de outras plataformas, pela inflação e pelo compartilhamento de contas.

Mas essa não é a opinião dos espectadores. Segundo comentários das redes sociais, a debandada dos assinantes da Netflix tem um motivo bem diferente: o aumento dos preços de assinatura e a diminuição da qualidade do catálogo.

Para muita gente, a inclusão de propagandas na plataforma seria a gota d’água.

“Olá, Netflix. Sou um assinante da plataforma desde 2006. Se vocês colocarem comerciais, tô fora!”, comentou um espectador no Twitter.

A opinião foi ecoada por inúmeros assinantes da plataforma – todos afirmam que vão cancelar a assinatura se a Netflix colocar propagandas ou anúncios.

É importante citar que a inclusão de propagandas na Netflix (pelo menos por enquanto) é apenas uma possibilidade.

Mesmo sugerida pelo CEO da plataforma, a mudança ainda não tem previsão de lançamento ou garantia de implementação.

Publicidade