Mais do que você gosta.

Publicidade

Contém spoilers

O Golpista do Tinder: Conheça a história real de Simon Leviev

Saiba o que aconteceu com o vigarista após os eventos do documentário da Netflix

Publicado por Alexandre Guglielmelli

03/02/2022 19:00

Sucesso na Netflix, o documentário O Golpista do Tinder está deixando usuários de aplicativos de relacionamento assustados. O filme acompanha a história real de Simon Leviev, um prolífico vigarista conhecido por ganhar a confiança de mulheres no Tinder e aplicar golpes nas vítimas. Mas afinal de contas, o que aconteceu com o criminoso na vida real?

“Ele se passava por um magnata do ramo dos diamantes, conquistava mulheres na internet e roubava milhões de dólares delas. Agora, algumas vítimas querem vingança”, afirma a sinopse do longa na plataforma.

Continua depois da publicidade

Dos mesmos produtores do arrepiante Don’t F With Cats: Uma Caçada Online, O Golpista do Tinder é um projeto da cineasta Felicity Morris.

O site Digital Spy revelou tudo que os assinantes da Netflix precisam saber sobre a história de Simon Leviev na vida real e o que aconteceu com o criminoso após os golpes; confira.

Quem é Simon Leviev, o Golpista do Tinder?

Shimon Yehuda Hayut é o golpista profissional que mudou seu nome para Simon Leviev em 2017, para fingir um parentesco com o bilionário Lev Leviev, conhecido como o Rei dos Diamantes.

Mas na verdade, Simon não tinha qualquer relação com a família Leviev. O golpista do Tinder só mudou de nome para justificar seu estilo de vida luxuoso e extravagante com o “dinheiro da família” – mais uma informação falsa usada para conquistar as vítimas.

O verdadeiro Shimon nasceu em uma família humilde de Tel Aviv, Israel

Quando a equipe de O Golpista do Tinder tentou traçar sua história familiar, a mãe do vigarista revelou que o jovem deixou Israel aos 18 anos, e que desde então, cortou completamente o contato com a família.

Em 2011, quando ainda morava em Israel, Shimon foi acusado de roubar cheques de seu patrão. O jovem não compareceu ao próprio julgamento, e deixou o país com um passaporte forjado.

Já em 2015 – com o nome de Simon – o golpista se mudou para a Finlândia, onde foi condenado a 3 anos de prisão por fraude.

Nessa época, o vigarista começou a conquistar mulheres em aplicativos de relacionamentos e convencê-las a fazer empréstimos e dar a ele o dinheiro.

Após cumprir sua pena na Finlândia, Simon foi extraditado para Israel, de onde fugiu novamente com outro passaporte forjado.

Finalmente, em 2018, ele conheceu a primeira mulher que aparece no documentário O Golpista do Tinder.

O que aconteceu com Simon Leviev após os golpes?

Após os eventos mostrados em O Golpista do Tinder – que envolveram golpes em mulheres de diversos países e uma grande união feminina para sua prisão – Simon Leviev foi condenado a 15 meses de prisão.

No entanto, após servir apenas 5 meses em uma prisão israelense, Simon foi libertado. Hoje em dia, o golpista vive como um homem livre, rico e extravagante.

Após sair da prisão, Simon criou um site de consultoria de negócios. Nas redes sociais, o golpista continua a divulgar seu estilo de vida luxuoso, e aparece em carros da Rolls-Royce e Ferrari.

Em dezembro de 2020, Simon fingiu ser um paramédico para furar a fila das vacinas e ser imunizado contra a Covid-19.

“Não sou alguém que costuma esperar em filas”, comentou Simon em uma entrevista à emissora israelense Channel 12.

Simon nunca chegou a ser processado pelos golpes aplicados nas três mulheres que aparecem em O Golpista do Tinder, que até hoje, trabalham para pagar as dívidas.

“Através de uma investigação interna, podemos confirmar que Simon Leviev não está mais ativo no Tinder”, afirmou uma nota oficial do aplicativo após a estreia do documentário na Netflix.

No entanto, Simon Leviev continua ativo nas redes sociais. No Instagram, o golpista tem mais de 130 mil seguidores. Veja abaixo algumas postagens recentes.

O Golpista do Tinder está disponível na Netflix.

Publicidade