Mais do que você gosta.

Publicidade

Polêmica

O Golpista do Tinder: Simon Leviev critica vítimas após filme na Netflix

Criminoso fez comentários controversos em sua conta no Instagram

Publicado por Alexandre Guglielmelli

12/02/2022 07:00

Um dos mais surpreendentes sucessos da Netflix, O Golpista do Tinder tem tudo para se tornar um dos documentários mais populares da história da plataforma. Mesmo após o lançamento do filme Simon Leviev parece não se importar com a polêmica. Em um pronunciamento recente, o vigarista não poupou críticas às vítimas que aparecem no projeto.

“Ele se passava por um magnata do ramo dos diamantes, conquistava mulheres na internet e roubava milhões de dólares delas. Agora, algumas vítimas querem vingança”, afirma a sinopse de O Golpista do Tinder na Netflix.

Continua depois da publicidade

Além de fazer muito sucesso na plataforma, o documentário tem provocado grandes debates nas redes sociais, além de protestos sobre o tratamento leniente do Governo Israelense a Simon, que hoje em dia, já é um homem livre.

O site Yahoo! News revelou tudo que os espectadores da Netflix precisam saber sobre as críticas de Simon Leviev às suas vítimas.

Por que Simon Leviev detonou vítimas após O Golpista do Tinder?

O documentário O Golpista do Tinder foca principalmente na história de três vítimas: Cecilie Fjellhøy, Pernilla Sjöholm e Aylee Charlotte.

Para recuperar o dinheiro perdido pelos golpes de Simon – cujo nome verdadeiro é Shimon Hayut – e pagar as dívidas, o trio criou uma vaquinha virtual no site GoFundMe.

A meta da vaquinha é alcançar 600 mil euros (aproximadamente 3,5 milhões de reais), e até o fechamento desta matéria, o site já havia garantido 85 mil euros, com valores crescentes a cada dia.

Quando O Golpista do Tinder chegou ao catálogo da Netflix, Simon Leviev postou seu primeiro pronunciamento.

“Vou revelar meu lado da história nos próximos dias, ainda estou analisando a maneira mais respeitosa de contar minha história”, comentou o golpista.

Hayut deletou sua conta no Instagram pouco tempo depois. O criminoso retornou à rede social no dia 9 de fevereiro, especificamente para criticar a vaquinha virtual de Cecilie, Pernilla e Aylee.

“Doem e ajudem associações reais, não essas manipuladoras! Isso se chama marketing”, comentou Simon em um Stories de sua conta, que também foi posteriormente deletada.

Nas últimas semanas, Simon Leviev também negou ter praticado qualquer tipo de fraude ou golpe.

“Já está na hora dessas mulheres começarem a falar a verdade. Você pode oferecer o mundo para elas, e em troca, elas transformam o seu mundo em um inferno”, afirmou o golpista.

Cecilie, Pernilla e Aylee nem deram atenção às respostas do golpista. Através do trauma compartilhado, o trio conseguiu desenvolver uma bela amizade.

O Golpista do Tinder está disponível no catálogo brasileiro da Netflix.

Publicidade