Mais do que você gosta.

Publicidade

História

O que acontece com Olaf e Kattegat após Vikings: Valhalla

Série da Netflix é baseada em eventos reais

Publicado por Bruno Tomé

02/03/2022 09:00

Alerta de spoilers

O episódio final da primeira temporada de Vikings: Valhalla deixa os fãs se perguntando o que pode acontecer com Olaf e Kattegat na Netflix. Baseado em fatos reais, os espectadores podem ter um indicativo do que vem a seguir.

Na trama, Olaf não conseguiu rir por último como estava planejando. Além disso, Kattegat ficou ardendo com os eventos da primeira temporada.

Continua depois da publicidade

Após voltar da Inglaterra, Olaf aproveita a ausência de Canute para assumir o território dos vikings. O conquistador faz isso ao se aliar com Jarl Kåre (Asbjørn Krogh Nissen) e os cristãos fanáticos.

A batalha termina com mortes dos dois lados e um novo confronto. A tripulação de Sweyn Forkbeard (Søren Pilmark) chega em Kattegat para parar o ataque de Olaf.

Na vida real, Olaf foi o Rei da Noruega antes do irmão dele, Harald. O personagem histórico não conseguiu ter sucesso nas missões dele – algo que pode ser repetido na Netflix com Vikings: Valhalla.

O que acontece com Olaf e Kattegat em Vikings: Valhalla

Na trama, Olaf parece conseguir conquistar, mesmo que brevemente, Vikings: Valhalla. Com a chegada dos rivais, isso parece que vai durar pouco.

Além disso, não há confirmação sobre a morte de Jarl Estrid Haakon (Caroline Henderson). A atriz da personagem está escalada para pelo menos 24 capítulos da série da Netflix, o que pode indicar uma volta.

Apesar de poder ser importante na série, tudo indica que Olaf acaba morto. Vikings costuma fazer grandes mudanças nos eventos da vida real, apesar de manter alguns momentos importantes.

Na vida real, Olaf virou o Rei da Noruega com a missão de unir todos os reinos. No início, o rei conseguiu, inicialmente, dominar a Dinamarca e ter um acordo com Olof Skötkonung, o Rei da Suécia, ao casar com a filha dele, Astrid Olofsdotter.

Porém, com o surgimento do Rei Canute, Olaf foi exilado. Ele tentou retomar o reino, mas foi morto em 1030 na Batalha de Stiklestad.

Para se ter uma ideia, essa saga da vida real durou por volta de 15 anos. O período pode ser pequeno para adaptação de Vikings: Valhalla, o que ajuda a reforçar o sinal sobre a história de Olaf.

Vikings: Valhalla está disponível na Netflix com uma temporada.

Publicidade