Mais do que você gosta.

Publicidade

Mentiras e verdades

O que é real e o que é ficção em Inventando Anna, da Netflix

Série é baseada em artigo da New York Magazine

Publicado por Guilherme Coral

12/02/2022 19:35

Inventando Anna é baseado em fatos, mas como a série da Netflix deixa bem claro no início dos episódios, trata-se de uma história real, exceto pelas partes que são completamente inventadas. Assim sendo, veremos o que é real e o que é ficção no seriado.

Começando por Vivian Kent, vivida por Anna Chlumsky: trata-se da jornalista que conta a história de Anna Sorokin. Ela substitui a jornalista da vida real, Jessica Pressler, que escreveu o artigo The Cut, da New York Magazine, que deu origem à série.

Continua depois da publicidade

Como retratado na série, Pressler estava grávida enquanto escrevia a história e quis fazer o artigo após um erro que quase custou a carreira dela, o que é abordado na série.

Um ponto da série que traz mais ficção é o relacionamento de Anna com Chase Sikorski. Na vida real, somente há uma breve menção a um namorado no artigo da New York Magazine.

A fundação Anna Delvey também é real, como retratado na série e é abordada no artigo original.

inventando anna

Mais mudanças e semelhanças

O roubo do jato é diferente na vida real em relação á série. No quarto episódio, Anna é convidada para uma conferência anual em Omaha.

Ela manda uma mensagem de texto para o CEO de uma companhia de jatos particulares e pede para ele organizar um avião para ela e os amigos. Ele vagamente responde pedindo para a equipe dele “ajudar a Srta. Delvey”. Ela pega o avião, apesar de não ter dado dinheiro algum.

Na vida real, Sorokin chegou a enviar uma confirmação forjada de transferência bancária para a companhia, “provando” que pagou pelo avião.

Já o terceiro episódio de Inventando Anna foca no relacionamento dela com Alan Reed, um advogado de finanças, quem ela convence a ajudar conseguir empréstimos para a ADF. Na série, eles têm um relacionamento próximo.

Já na vida real, Sorokin trabalhou com Andy Lance, sócio da Gibson Dunn e também eram próximos.

A viagem para Marrocos também aconteceu na vida real, mas a série inventa alguns detalhes. Na série, Anna conta para Kacey que ela foi roubada a fim de explicar por que precisou dela para agendar o voo para casa. Não há menção sobre esse roubo nos artigos.

Inventando Anna está disponível na Netflix.

Publicidade