Mais do que você gosta.

Publicidade

100 anos depois

Quando se passa Vikings: Valhalla? Explicamos a confusa linha do tempo

Série é uma continuação de Vikings na Netflix

Publicado por Bruno Tomé

25/02/2022 18:30

Vikings: Valhalla chega na Netflix como uma continuação de Vikings. Alguns espectadores podem ser pegos de surpresa ao assistir o seriado sem alguma informação prévia.

A derivada foca em personagens completamente diferentes. Os fãs podem notar que é uma nova geração com objetivos diferentes, apesar dos meios parecidos.

Continua depois da publicidade

Logo nos créditos iniciais do primeiro episódio é explicado que Vikings: Valhalla se passa no século 11, cerca de 100 anos após os eventos do seriado original.

“As façanhas do grande viking Ragnar Lothbrok se tornaram lendas”, afirma os segundos iniciais do episódio. “Nos 100 anos que se seguiram, os vikings deixaram suas terras no norte e se estabeleceram em toda a Europa, muitos na Inglaterra. Mas à medida que esses assentamentos prosperaram, eles se tornaram uma ameaça para os vizinhos saxões e o rei inglês Aethelred II foi forçado a encontrar uma solução para o problema dos Vikings”.

Vikings contou o início da era dos guerreiros nórdicos. A série começa com o ataque de Lindisfarne, em 8 de junho de 793, e termina aproximadamente em 821.

Esse período é o começo da era dos Vikings. Enquanto isso, Valhalla começa com o massacre de St. Brice, em 13 de novembro de 1002. Assim, a primeira temporada se passa entre 1002 e 1003.

Apesar da linha do tempo clara, vale lembrar que as séries de Vikings mudam bastante os eventos históricos. Assim, muitas coisas que podem ser vistas em Valhalla podem ser bem diferentes do que aconteceu na realidade.

Cena de Vikings: Valhalla
Cena de Vikings: Valhalla

A história de Vikings: Valhalla

Vikings: Valhalla começa no início do século XI e mostra as aventuras de alguns dos Vikings mais famosos da História, como Leif Eriksson, Freydís Eiríksdóttir, Harald Hardrada e William, o Conquistador.

Sam Corlett, de O Mundo Sombrio de Sabrina, vive Leif Eriksson. Frida Gustavsson é Freydís Eiríksdóttir. Leo Suter fica como Harald Hardrada. Bradley Freegard, por sua vez, é o Rei Canute, rei da Dinamarca.

Jóhannes Haukur Jóhannesson fica como Olaf Haraldsson, Laura Berlin vive Emma da Normandia. David Oakes, por sua vez, é o conde Godwin, conselheiro do Rei da Inglaterra.

Caroline Henderson interpreta Jarl Haakon em Vikings: Valhalla, que lidera Kattegat nesse período.

Vikings: Valhalla está com a primeira temporada na Netflix. Já Vikings está completa no streaming.

Publicidade