Mais do que você gosta.

Publicidade

Galã

Quem é o Rex de A Vizinha da Mulher na Janela

Ator já trabalhou em séries famosas

Publicado por Guilherme Coral

03/02/2022 08:15

A Vizinha da Mulher na Janela chegou à Netflix e um dos personagens de destaque na minissérie é Rex. Alguns fãs podem reconhecê-lo de outras produções.

O personagem é interpretado por Benjamin Levy Aguilar, que já estrelou diversas séries famosas ao longo dos anos. Ele trabalha como ator desde 2012.

Continua depois da publicidade

O primeiro papel dele foi em um episódio de 2012 de Glee, na qual interpretou um estudante sem nome. Ele seguiu com papéis não creditados ou sem destaque até Aloha Haha, minissérie de 2015 na qual interpretou Ben Bleu.

Em 2019 ele estrelou um episódio de Chicago P.D., série na qual viveu Franco Chavaro. Já em 2020, ele trabalhou em Asquerosamente Ricos, como Antonio Rivera.

Agora ele ganha mais destaque como Rex em A Vizinha da Mulher na Janela, na qual trabalha junto de Kristen Bell.

A Vizinha da Mulher na Janela é detonada na Netflix

A Vizinha da Mulher na Janela funciona como uma sátira a produções famosas de suspense. Na série da Netflix, a protagonista passa o dia bebendo vinho e observando a vizinhança, quando acredita ter presenciado um assassinato.

A equipe de produção por trás de A Vizinha da Mulher na Janela, claramente tinha a intenção de produzir algo divertido – afinal, o próprio título faz referência a paródias e famosos filmes de suspense.

Mas o thriller satírico conta com o mesmo problema do filme A Deadly Adoption: – uma paródia dos longas do canal Lifetime, lançada em 2015 por Kristen Wiig e Will Ferrell – a ausência completa de piadas e momentos cômicos.

Os criadores da série, claramente, conhecem o material que desejam parodiar. A premissa estabelece um simulacro dos principais clichês dos suspenses psicológicos, completado pelos óbvios sinais de que “algo está errado com essa situação”.

Um dos principais problemas da série é sua duração. A Vizinha da Mulher na Janela leva um bom tempo para desenvolver sua história, e acaba esticando um mistério que poderia ser resolvido em 90 minutos por 8 episódios de meia-hora cada.

Ao invés de agilizar a trama, a produção aposta em desvios e pistas falsas, tudo isso com uma progressão extremamente lenta.

Os roteiristas, em especial, parecem ser fãs do método de “alongamento de piadas” – que funciona em séries como Os Simpsons, mas costuma trazer grandes problemas para produções live-action.

“Os personagens permanecem em situação desconfortáveis, que nunca quebram a barreira da comédia”, afirma a análise do site Entertainment Weekly.

Um dos poucos aspectos elogiados da série é a atuação da atriz de Froze, Kristen Bell – o que se deve ao talento da atriz, não à qualidade da série.

“Bell é uma excelente atriz cômica, e entra de cabeça no tom inconsistente de A Vizinha da Mulher na Janela, mas pouco pode fazer para compensar as narrações intencionalmente floreadas e exageradas”, conclui a análise da publicação.

A Vizinha da Mulher na Janela está disponível na Netflix.

Publicidade