Mais do que você gosta.

Publicidade

Perigo à vista

Série de The Walking Dead com Maggie e Negan é um erro

Derivado de Lauren Cohan e Jeffrey Dean Morgan pode trazer problemas para o desfecho

Publicado por Alexandre Guglielmelli

11/03/2022 19:00

Recentemente, fãs de The Walking Dead se surpreenderam com uma novidade: após o desfecho da série do AMC, Maggie e Negan ganharão uma produção derivada. A nova série é mais uma expansão do universo dos zumbis, após Fear the Walking Dead, World Beyond e o derivado de Daryl e Carol. Mas o anúncio pode representar um grande erro para a franquia – entenda abaixo o motivo.

Atualmente, The Walking Dead exibe sua 11ª (e última) temporada. Antes de mandar Maggie e Negan para suas jornadas particulares, a produção ainda precisa amarrar muitas pontas soltas e resolver grandes mistérios.

Continua depois da publicidade

Junto com o sumiço de Rick Grimes – que será abordado nos já confirmados filmes da franquia – a série deve revelar como o CRM se envolverá na reta final, além de definir o destino dos personagens mais importantes.

O anúncio de um derivado de Maggie e Negan já garante a sobrevivência dos personagens de Lauren Cohan e Jeffrey Dean Morgan na temporada final. Mas por outro lado, pode trazer um grande problema para a produção.

História de Maggie e Negan continua

Por que a série de The Walking Dead com Maggie e Negan é um erro?

O problema da série de The Walking Dead com Maggie e Negan – que ganhou o título de Isle of the Dead (Ilha dos Mortos) – é bastante simples: o anúncio torna o final da produção original previsível demais.

Segundo uma análise do site Digital Spy, o anúncio do derivado é “a última pá de cal” no caixão de The Walking Dead, já que confirma a sobrevivência de dois personagens importantes após o final da produção.

“Teríamos protestos se personagens como a Carol e o Daryl morressem na temporada final. Mas o fato de The Walking Dead também tirar Maggie e Negan do desfecho, e consequentemente da Guerra da Commonwealth, é um verdadeiro dedo do meio para os fãs”, comenta a análise do site.

Como Daryl, Carol, Maggie e Negan não vão morrer na temporada final, The Walking Dead só pode surpreender fãs com a despedida de personagens “de segunda categoria”, como Gabriel, Eugene, Aaron, Rosita e outros.

“Quatro dos personagens mais importantes de The Walking Dead têm ‘armaduras de enredo’ mais grossas que o bastão Lucille. Mas a história das armaduras de enredo remonta às primeiras temporadas da série”, analisa o Digital Spy.

Se você não sabe, “armadura de enredo” (plot armor na versão original) é um termo que representa um dos maiores clichês de séries como The Walking Dead.

Funciona da seguinte forma: personagens considerados “importantes demais” para a trama não correm o risco de morrer, o que deixa a história previsível e diminui consideravelmente os momentos de surpresa e choque.

A utilização dessa armadura em personagens como Maggie e Negan acaba prejudicando The Walking Dead.

Afinal de contas, a temporada final tem o nível de emoção reduzido em nome de um derivado futuro – que pode não ser aprovado pelos fãs e acabar cancelado com poucas temporadas.

Sendo assim, com o anúncio do derivado de Maggie e Negan, The Walking Dead acaba sacrificando a qualidade de seu desfecho original.

Vale lembrar que, nas primeiras temporadas de The Walking Dead, um dos grandes trunfos da série era o fato de personagens importantes correrem risco de morte em todos os episódios, algo que mudou muito com o decorrer das temporadas.

Os episódios de The Walking Dead são exibidos no Brasil pela plataforma Star+. Clique aqui para assinar o streaming.

Publicidade