Mais do que você gosta.

Publicidade

Sem spoilers

Veja por que novo Um Maluco no Pedaço não está agradando

Reboot moderno da sitcom de Will Smith é criticado por tom inconsistente e outras falhas

Publicado por Alexandre Guglielmelli

10/02/2022 18:00

Quando o trailer falso do “reboot adulto” de Um Maluco no Pedaço foi lançado, ainda em 2019, a internet entrou em polvorosa. O sucesso do vídeo foi tão grande, que Will Smith e os produtores da plataforma Peacock decidiram produzir a versão real da história. Infelizmente, Bel-Air falhou em conquistar a crítica especializada, de acordo com uma matéria do site EW.

Produzida por Will Smith e Morgan Cooper, Bel-Air funciona como uma espécie de remake dramático de Um Maluco no Pedaço. A produção tem a mesma premissa do trailer falso, criado pelo próprio Cooper.

Continua depois da publicidade

“Acompanhe a complicada jornada de Will Smith, das ruas de West Philadelphia às mansões luxuosas de Bel-Air”, afirma a sinopse da série.

Mas por que Bel-Air, o novo Um Maluco no Pedaço, vem recebendo tantas críticas da imprensa? Explicamos abaixo tudo que os fãs precisam saber.

Bel-Air, o novo Um Maluco no Pedaço, será um fracasso?

Um Maluco no Pedaço dramático é mais ridículo do que interessante”. É assim que o site Entertainment Weekly descreve Bel-Air, a nova série da plataforma Peacock.

De acordo com a resenha do jornalista Darren Franich, um dos maiores problemas da produção é o fato dela não chegar aos pés do “hype” criado pelo trailer falso de Morgan Cooper.

“Essa atualização de Um Maluco no Pedaço troca as risadas por uma intensidade dramática chocante. Mas no final, acaba se tornando uma obra sensível demais, ridícula além do ponto. A trama fica presa entre os instintos conflitantes de animosidade novelesca e aspiração ao prestígio”, comenta a matéria.

A premissa é a mesma da sitcom dos anos 90: um garoto pobre da Philadelphia se muda para Bel-Air para viver com os tios, e se depara com um novo universo, marcado pelo luxo e pela riqueza.

O nome desse garoto, é claro, é Will Smith. A série troca o icônico tema de abertura por um extenso prólogo sobre violência nas comunidades mais humildes – vinda de gangues e da polícia.

Na trama, Will Smith é caracterizado como uma promessa do basquete, que fica com um alvo nas costas após enfrentar uma gangue em uma partida do esporte.

A mãe de Will só enxerga uma solução: mandar o filho para viver com a tia Vivian Banks em uma gigantesca mansão em Bel-Air. E bota gigantesca nisso: na série, os tios de Will não são apenas ricos, mas “ricos de sitcom”.

O que acontece em seguida é uma sucessão de aventuras de Will, que começa a lidar melhor com o mundo dos ricaços e encontrar seu lugar nessa nova sociedade.

Outra mudança importante acontece na trama de Carlton, o primo de Will. Em Bel-Air, ele não é apenas um nerd certinho, mas um garoto rico e arrogante, que passa o tempo usando drogas e remédios controlados.

“Mesmo no contexto dramático, Bel-Air sofre com a ausência de momentos divertidos. Será que nós realmente precisamos de um Carlton descolado, de um Tio Phil sexy ou de um Will triste? Bel-Air não é nada moderno. Na verdade, é de uma nostalgia infernal”, conclui a análise do EW.

Bel-Air estreia oficialmente na plataforma Peacock em 13 de fevereiro. No Brasil, a série ainda não tem previsão de lançamento. Veja abaixo o trailer.

Publicidade