Mais do que você gosta.

Publicidade

Oportunidade

Vikings: Valhalla pode evitar maior erro histórico da série original

Apesar de ficção, série da Netflix é baseada em história real dos nórdicos

Publicado por Bruno Tomé

22/02/2022 18:30

Vikings sofreu algumas críticas por mudar bastante a história real dos nórdicos – que é usada na história. Na Netflix, Vikings: Valhalla tem a chance de arrumar pelo menos um erro.

A derivada se passa no mesmo universo de Vikings, mas começa mais de um século depois. Esse salto no tempo cria o cenário perfeito para arrumar a situação da fidelidade com o material real.

Continua depois da publicidade

O que poucos fãs sabem é que a história real mostrada em Vikings se passou em diferentes séculos na vida real. Com isso, a série original resumiu os espaçamentos temporais de muitos eventos importantes.

Esse resumo do material original resultou em mais alguns problemas, como mudança na forma que personagens morreram ou nas consequências de eventos.

Em Vikings: Valhalla, inicialmente, isso parece mudar. Os eventos de Leif Erikson, o protagonista da derivada na Netflix, se passam no século 11, com a derivada da Netflix podendo manter a trama como ela aconteceu.

Nova série de Vikings chega na Netflix

Vikings: Valhalla começa no início do século XI e mostra as aventuras de alguns dos Vikings mais famosos da História, como Leif Eriksson, Freydís Eiríksdóttir, Harald Hardrada e William, o Conquistador.

Sam Corlett, de O Mundo Sombrio de Sabrina, viverá Leif Eriksson. Frida Gustavsson será Freydís Eiríksdóttir. Leo Suter será Harald Hardrada. Bradley Freegard, por sua vez, será o Rei Canute, rei da Dinamarca.

Jóhannes Haukur Jóhannesson será Olaf Haraldsson, Laura Berlin viverá Emma da Normandia. David Oakes, por sua vez, será o conde Godwin, conselheiro do Rei da Inglaterra.

Caroline Henderson viverá Jarl Haakon em Vikings: Valhalla, que lidera Kattegat nesse período.

Vikings: Valhalla chega em 25 de fevereiro de 2022 na Netflix. Já todas temporadas de Vikings seguem na plataforma.

Publicidade