Supergirl hesita em matar, mas tem segredo revelado no último episódio do ano

Publicidade

Atenção para spoilers do último episódio!

Ao contrário do Superman dos cinemas, que não teve problemas de matar General Zod em O Homem de Aço, sua prima, a Supergirl, relutou em tirar uma vida no oitavo e último episódio de 2015 da série.

Em “Hostile Takeover”, Astra, a tia de Kara/Supergirl, atrai a heroína para uma armadilha e as duas iniciam uma batalha, com a Supergirl (evidentemente) ganhando no final. Ela tem a oportunidade de matar a tia, mas no final das contas decide levá-la para o DEO.

Continua depois da publicidade

Antes do duelo, vemos um diálogo entre Astra e seu marido Non, que revela que a tia da Supergirl, apesar de sua vilania, também hesita em exterminá-la. No entanto, Non dá um ultimato e pede para que Astra “a converta ou a destrua”.

supergirl-recap-episode-8

Com Astra no cativeiro, já surge a primeira reviravolta do episódio com ela revelando a Kara que sua mãe, Alura, chegou a usá-la como isca para a sua captura. Sentindo-se traída, Kara depois confronta a coisa mais próxima que ela tem de sua mãe: o holograma no DEO. Mas a heroína se decepciona ao ir tirar satisfação com o holograma de Alura e ouvir no lugar: “Não estou programada para dar essa informação”. Com sentimento de abandono, a Supergirl tenta fritar o holograma com sua visão de raio-x num dos momentos mais emocionantes do episódio.

Por outro lado, Alex desconfia que Astra desistiu muito fácil no confronto com a sobrinha e então confronta a vilã, apenas para descobrir que todos os seus movimentos haviam sido calculados e que seus planos (nada bons) para a Terra já estavam em andamento.

Outra parte do episódio se focou em Cat Grant, vítima de um hacker e que teve todos os seus e-mails vazados, num ataque com proporções similares ao que ocorreu com a Sony. Enquanto tenta resolver a situação, Cat acaba conectando os pontos sobre a verdadeira identidade de Kara e, além de descobrir por conta própria que ela é a Supergirl, também faz uma grande revelação do seu passado: abriu mão de um filho seu durante uma batalha por custódia – acredita-se que tal personagem, a ser introduzido na segunda parte da temporada, seja Adam Foster (vivido por Blake Jenner, marido da intérprete da Supergirl).

“Hostile Takeover” é encerrado com grandes cenas de ação, com Non e seus capangas invadindo a Lord Technologies e enfrentando Maxwell, Alex, Hank/Caçador de Marte, outros agentes do DEO e Supergirl numa intensa sequência de batalha.

Supergirl ainda não tem previsão para retornar do hiato em 2016.

O canal CBS recentemente encomendou sete episódios adicionais para Supergirl, garantindo assim uma encomenda de temporada completa para a série. O primeiro ano da atração será encerrado com um total de 20 episódios.

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade