The Walking Dead | Nem os atores sabem quem morreu, diz diretor sobre gancho da série

Publicidade

Atenção para spoilers a seguir!

Se essa informação te consola de qualquer forma, não é só você que está no escuro sobre quem foi a vítima de Negan no episódio final da sexta temporada de The Walking Dead, transmitido neste domingo (3).

Segundo o diretor Greg Nicotero, que também é produtor executivo da série, nem mesmo os atores fazem ideia de quem sucumbiu à força de Lucille, o bastão de beisebol coberto com arame farpado de Negan. O diretor conversou com a Entertainment Weekly sobre a decisão de terminar a temporada com um gancho, e revelou ser um grande apoiador da ideia.

Continua depois da publicidade

“Eu acho que é o final perfeito: ver todos eles de joelhos, em suas posições mais vulneráveis, e saber que a cavalaria não vai chegar para salvá-los. Nosso grupo nunca esteve em uma situação assim antes, e essa é a oportunidade perfeita”, comentou Nicotero. “Eu sinto que esse final nos impulsiona para a próxima temporada de maneira incrível, então as pessoas podem ficar irritadas, não tem problema. Daqui a uma semana elas não estarão mais irritadas, e vai ser legal”.

Ele confirmou que ninguém entre os atores sabe a vítima de Negan porque o roteiro foi escrito para que isso acontecesse, e porque as filmagens com Jeffrey Dean Morgan estavam acontecendo perto do amanhecer, e o ator precisava entrar em um avião e voltar para Nova York filmar The Good Wife. “Nós construímos um pequeno boneco para Jeffrey espancar com Lucille, e tiramos todo o pessoal não essencial do set para que ninguém vazasse alguma especulação sobre isso”, contou. “Esse episódio foi tremendamente bem escrito para mim, e eu acho que visualmente nós nos esforçamos para colocar o espectador no lugar dos sobreviventes, se sentindo presos”, refletiu.

Já sobre a linguagem suavizada de Negan, Nicotero garantiu que quem quer que vá assistir a série em DVD ou Blu-Ray no futuro vai receber uma outra versão do discurso, mais cheia de palavrões e expressões “coloridas”.

“Nós filmamos a cena em duas noites, e na primeira eu precisei de cinco câmeras diferentes, para captar as emoções de cada um dos atores, porque tínhamos 14 atores em cena e mais 120 figurantes, apesar de não parecer’, contou o diretor. “Eu mantive as câmeras meio longe e usei lentes longas para focar nos rostos deles, porque eu não queria que eles sentissem a câmera ali, colada nos rostos, eu queria que a coisa se desenvolvesse naturalmente e eles se sentissem a vontade para desconstruir o emocional dos personagens”.

Sobre a subtrama do episódio, em que Carol e Morgan encontram um novo grupo de homens armados que podem se tornar aliados, Nicotero confirmou que esses são os membros do Reino, uma comunidade conhecida dos fãs de quadrinhos. Ele falou sobre a decisão de Morgan de matar um homem para salvar Carol, apesar do personagem ser um pacifista convicto, e destacou esse como um dos momentos mais emocionalmente relevantes para o personagem.

Brincando sobre seu status como o diretor de quase todos os episódios em que personagens importantes morrem, Nicotero riu com o entrevistador: “Meus pais me ligaram essa manhã, e disseram ‘nós tivemos pesadelos ontem a noite. Você tem que nos contar quem morre’. E eu tive que dizer ‘mãe, eu não posso te contar isso’. Então meus pais não estão falando comigo nesse momento”, finalizou.

Negan mata e temporada acaba com mistério torturante

Após a exibição do episódio, Robert Kirkman, o criador de The Walking Dead, apareceu no programa The Talking Dead para comentar a introdução de Negan, aproveitando para confirmar que a vítima feita por ele será um personagem favorito do público – leia aqui.

Áudio de episódio pode oferecer pistas sobre quem Negan matou

Serão seis longos meses pela frente até The Walking Dead retornar para a exibição de sua sétima temporada em outubro, com a revelação da vítima de Negan – que pode ser Glenn, Rick, Daryl, Michonne, Abraham, Eugene, Aaron, Maggie, Carl, Sasha ou Rosita. Façam suas apostas até lá!

As mortes mais chocantes da sexta temporada

Publicidade
© 2021 Observatório do Cinema | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade