Em meio há dúzias de mulheres se pronunciando contra o produtor Harvey Weinstein, que foi acusado de assédio sexual até por Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow, o ator Terry Crews expôs nas redes sociais sua própria história de abuso nas mãos de um executivo de Hollywood.

“Essa coisa toda com Harvey Weinstein está me dando stress pós-traumático. Por quê? Porque eu passei por algo assim!”, escreveu o ator no Twitter.

“Minha esposa e eu estávamos em uma festa em Hollywood no ano passado quando um executivo da indústria veio em minha direção e simplesmente agarrou meus órgãos sexuais”, continuou. “Eu pulei para trás e gritei ‘O quê você está fazendo?’. Minha mulher viu tudo e olhou para ele como se ele fosse louco. O idiota só ficou lá sorrindo”.


“Eu ia acabar com a raça dele ali mesmo, mas pensei duas vezes e sabia como isso ia parecer. ‘Homem negro enorme bate em chefão de Hollywood’ seriam as manchetes no dia seguinte. Só que eu provavelmente não poderia lê-las, porque estaria na cadeia. Então nós simplesmente fomos embora da festa”, conta.

“Ele me ligou no dia seguinte para se desculpar, mas nunca disse porque fez aquilo. Eu decidi deixar aquilo para lá porque não queria perder minha carreira – é o que acontece quando o abusador está em uma posição de poder”, disse ainda.

“Eu entendo e simpatizo com as mulheres que ficaram silenciosas por tanto tempo, mas Hollywood não é o único lugar em que isso acontece, e Harvey Weinstein não é o único predador. Espero que, ao ter contado essa história, eu o faça desistir desse tipo de coisa no futuro”, escreveu por fim.

Confira os 14 tuítes postados por Crews contando a história em seu perfil.