Donald Trump teve um encontro constrangedor com veteranos de guerra no salão presidencial. É o que informa o jornal Daily Beast.

Detalhes da reunião que aconteceu em março foram revelados apenas agora. Na ocasião, Trump encontrou-se com diversas organizações de veteranos de guerra. Um dos pontos marcantes do encontro foi o presidente discutindo com os convidados sobre uma fala do clássico Apocalypse Now (1979).

Tudo começou quando Rick Weidman, co-fundador do grupo Veteranos de Guerra do Vietnã, pediu permissão para falar sobre os soldados expostos ao agente laranja, um forte componente usado naquela guerra. Quando Trump respondeu, ele pediu se o “agente laranja era a coisa daquele filme”.


Mile 22 | Personagem de Mark Wahlberg é baseado em ex-assessor de Donald Trump, revela diretor

Depois ficou claro que Trump estava se referindo ao clássico e a cena em que Robert Duvall afirma: “Eu amo o cheiro de Napalm pela manhã”. Enquanto isso, o presidente confundiu-se e insistiu em dizer que a fala era: “Eu amo o cheiro de Agente Laranja pela manhã”.

O momento foi considerado constrangedor e desrespeitoso pela mídia norte-americana. Donald Trump teria perdido tempo na discussão sem sentido, sem estar correto, enquanto poderia atender as demandas dos veteranos.

Trump, que costuma usar o Twitter para responder a imprensa, ainda não se pronunciou sobre esse caso. Abaixo está a cena com o personagem comentando sobre o cheio de Napalm: