Publicidade

Atriz revela assédio de ator de True Blood em gravação de piloto: “Esse não é um lance #MeToo”

Publicado por Bruno Tomé

28/10/2018 11:30

Uma série, que não teve o nome divulgado e teve apenas o piloto gravado, foi o pano de fundo de mais um caso de assédio sexual em Hollywood. A revelação foi feita pela própria vítima, a atriz Sarah Scott, conhecida por O Artista.

Ao Los Angeles Times, a atriz acusou Kip Pardue, de True Blood e Runaways (Fugitivos), de ter se masturbado na frente dela, nos bastidores da gravação do piloto. Antes, Pardue aproveitou uma cena das filmagens para colocar a mão da atriz em seu pênis.

“Eu gelei e perguntei o que ele estava fazendo”, relembrou a atriz.

Charlize Theron se transforma em famosa apresentadora de TV em set de filme sobre assédio na Fox News

O caso teria acontecido em maio. Scott afirma que o pior de tudo foi a resposta do acusado.

“Esse não é um lance #MeToo. Eu não sou o seu empregador, eu não posso te demitir”, teria dito Pardue.

O jornal entrou em contato com o ator, que pediu desculpas sobre a cena em que Scott foi obrigada a colocar a mão em seu órgão genital. No entanto, Pardue não admitiu que se masturbou em frente à colega.

O seriado não foi encomendado por falta de produtores interessados.

Publicidade