Ennio Morricone nega que tenha chamado Quentin Tarantino de cretino

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último sábado (10), o IndieWire publicou uma suposta entrevista do compositor Ennio Morricone à Playboy alemã na qual ele chamava o diretor Quentin Tarantino de “cretino” e dizia que todos os seus filmes eram um “lixo”. Agora, através de um comunicado disponibilizado pelo próprio IndieWire, Morricone negou o fato.

“Eu nunca expressei nenhum comentário negativo sobre a Academia, Quentin, ou seus filmes – e eu com certeza não os considero um lixo” disse o compositor no comunicado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Morricone afirma que jamais deu entrevista à Playboy alemã e pretende entrar com ações legais contra a revista. “Eu entrei com contato com meu advogado na Itália e vou entrar com uma ação civil e penal”.

Por fim, Morricone agradeceu à Academia, e elogiou Tarantino, dizendo que se sente “honrado eternamente por poder ter composto trilhas para os seus filmes”.

Era Uma Vez em Hollywood é divertido e assustador, diz membro do filme de Tarantino

Enquanto isso, Tarantino trabalha em seu novo filme, Era Uma Vez em Hollywood, que tem a dupla Leonardo DiCaprio e Brad Pitt como protagonistas, interpretando, respectivamente, um ator de TV em decadência e seu dublê na Hollywood de 1969.

Timothy Olyphant, Luke Perry, Damian Lewis, Dakota Fanning, Al Pacino, Emile Hirsch, Clifton Collins Jr, Tim Roth, Michael Madsen, Keith Jefferson, Mike Moh, Nicholas Hammond e Bruce Dern completam o elenco.

Era Uma Vez em Hollywood tem previsão de lançamento para o dia 15 de agosto de 2019.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio