Com a morte de Stan Lee neste mês, o mundo do entretenimento continua celebrando e relembrando o célebre editor e co-criador da Marvel.

Em entrevista para a Entertainment Weekly, o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, relembrou seu último encontro com Lee antes de seu falecimento.

“Ele foi muito bom comigo em minhas interações com ele, incluindo aquela que acabou sendo minha conversa final com ele, cerca de duas semanas antes de ele morrer. Eu fui à casa dele, e ele falou sobre as participações especiais. Estávamos falando sobre o que vem a seguir, sempre olhando para o futuro”, diz Feige.


“Ele sabia que seu tempo estava acabando? Eu não sei. Parando pra pensar, ele estava um pouco mais melancólico do que eu ja havia visto. Ele falou sobre o passado mais do que eu já tinha o visto falar. Então talvez, em certo nível, ele sabia. Quando eu sentei ao lado dele na nossa última reunião, a primeira coisa que ele disse foi: ‘Eu sei que você quer que eu estrele o próximo filme, mas eu vou ter que ficar só com as participações. Precisa deixar essa parte de estrela com outros atores, me desculpe'”, brinca Feige.

“Ele sempre aparecia nos sets de gravação disposto a fazer qualquer coisa. Uma coisa que ele sempre queria fazer era acrescentar mais falas, mas ele sabia que não podíamos fazer isso”, finaliza.

X-Men | Hugh Jackman revela como conheceu Stan Lee

O co-criador de Homem-Aranha, Pantera Negra, Vingadores e X-Men foi levado às pressas para um hospital de Los Angeles no último dia 12, onde faleceu. Stan Lee tinha 95 anos.

O quadrinista ainda deve aparecer em alguns futuros filmes da Marvel, já que suas participações foram gravadas com antecedência.

O último trabalho de Stan Lee para a Marvel foi uma releitura de sua primeira história escrita para a antecessora da empresa, a Timely Comics, publicada em 2014 no especial de 75 anos da Marvel.