Proprietário do Clube de Comédia do Governador, onde Louis C.K. protagonizou sua mais nova controvérsia ao zombar dos sobreviventes do tiroteio em Parkland e da comunidade LGBTQ+, James Dolce fez um comunicado (via Hollywood Reporter) em que defende o comediante.

Embora tenha se recusado a comentar especificamente sobre as piadas feitas por C.K., Dolce garantiu que o humorista sempre é bem-recebido pelo público.

“Ele trouxe a casa abaixo”, comentou. “Todos o adoram. Ele é bem-vindo em todos os meus clubes a qualquer momento. Trata-se de um gênio da comédia.”


O proprietário acrescenta que as apresentações de Louis C.K. sempre têm ingressos esgotados e destacou que dá liberdade para o comediante dizer o que quer no palco. “A comédia precisa ser vista como comédia. Não julgo nenhuma comédia ou a opinião de qualquer pessoa”, disse.

Louis C.K. faz piadas com sobreviventes de tiroteio e comunidade LGBTQ+ em show de comédia

Apesar de ter ficado mais famoso por conta de sua comédia stand-up, Louis C.K. também teve uma sólida carreira na televisão e no cinema, estrelando a série Louie, de sua própria criação, e participando frequentemente do Saturday Night Live, além de ter aparecido em longas como Trapaça e I Love You, Daddy.

Com as acusações de assédio sexual que recebeu, porém, a carreira de Louis C.K. acabou entrando em declínio, com o comediante perdendo trabalhos e tendo seus projetos cancelados.