Louis C.K. estava tentando retomar a sua carreira, mas seu nome está vinculado a mais uma polêmica. Dessa vez, o New York Post revelou mensagens constrangedoras do comediante para uma antiga namorada, a chef Sarma Melngailis.

As mensagens são de 2012, e nelas, o humorista admite ter passado uma doença sexualmente transmissível para ex-namorada. Ao que deixou a entender, Louis C.K. saberia da sua condição.

“Ei, eu entendo que você está chateada. Esse tipo de coisa é difícil. Eu nunca jurei que estava limpo. Eu lhe disse que posso ou não ter te passado isso. Me desculpe se eu fiz isso. Se você passou para mim, tudo bem. Todos nós temos a corrente sanguínea humana atual, que inclui esse tipo de coisa. Eu deveria ter usado camisinha, você deveria ter me feito usar”, afirma o comediante no e-mail.


Jim Carrey detona Louis C.K. após o comediante fazer piada com sobreviventes de tiroteio

Ainda há outra mensagem, em que Louis C.K. usa como justificativa o comportamento atual da sociedade em relação ao sexo.

“Nossa geração tem isso. A próxima geração será inoculada e fará sexo com pênis elétricos de vidro e vaginas digitais receberam softwares de vírus. É parte da vida”, escreve o ator.

Essa não é a primeira polêmica de Louis C.K.. Em 2018, o famoso admitiu que se masturbava em frente à colegas de trabalho. A declaração custou o emprego do ator na Fox e seus mais recentes lançamentos no cinema. Desde então, o humorista vinha tentando se apresentar em casas de comédia, em Nova York.