La La Land: Cantando Estações iguala recorde de Titanic em indicações ao Oscar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

La La Land dominou as indicações ao Oscar 2017, com 14 no total, se igualando ao recorde de Titanic e A Malvada, os filmes mais indicados da história da premiação.

Um tributo musical a Los Angeles, o longa foi indicado às categorias Melhor filme, diretor (para Damien Chazelle), atriz (Emma Stone), ator (Ryan Gosling), roteiro original, trilha sonora, design de produção, figurino, fotografia, edição, edição de som, mixagem de som e canção original (com “Audtion” e “City of Stars”).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vencedor de 7 Globos de Ouro, La La Land já havia quebrado um recorde desta premiação como o vencedor de maior número de estatuetas de sua história.

Crítica | La La Land: Cantando Estações

La La Land conta a história de um pianista de jazz (Ryan Gosling) que se apaixona por uma aspirante à atriz (Emma Stone) em Los Angeles. Mas, à medida que o sucesso começa a surgir, eles têm de tomar algumas decisões que podem colocar o relacionamento em risco.

J.K. Simmons faz um pesonagem chamado “Chefe”, se reunindo com Chazelle após Whiplash. Jessica Rothe, Sonoya Mizuno e Callie Hernandez completam o elenco, como colegas de quarto de Emma Stone.

La La Land: Cantando Estações chegou aos cinemas brasileiros em 19 de janeiro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio