Estúdios culpam Rotten Tomatoes por bilheterias de Piratas do Caribe e Baywatch, diz site

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último fim de semana, Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar largou em primeiro lugar nas bilheterias mundiais, inclusive no Brasil.

Ainda assim, os números foram abaixo do que o estúdio esperava, em particular nos Estados Unidos: a estreia foi durante o feriadão do Memorial Day americano, que registrou as bilheterias mais baixas desde 1999. De qualquer modo, o filme já é a 13ª maior bilheteria do ano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Baywatch, que estrou no mesmo fim de semana, recebeu uma bomba de bilheteria: o filme arrecadou apenas US$ 18 milhões, número considerado desastroso para uma produção desse porte. Baywatch é uma adaptação para os cinemas da série S.O.S Malibu, com The Rock e Zac Effron no elenco.

Segundo a Deadline, os estúdios estão culpando a Rotten Tomatoes pelos resultados abaixo do esperado nos “filmes pipoca”. A publicação diz que estão surgindo ideias de cancelar as cabines de exibição prévia para os críticos nesse tipo de filme – o que, contudo, é bastante improvável de ocorrer.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar e Baywatch aparecem, respectivamente, com 31% e 19% de aprovação no Rotten Tomatoes. Os números são uma espécie de média das avaliações de vários críticos.

O método adotado pelo site, que se tornou uma referência para parte do público, tem sido questionado, por supostamente resumir em um número o que deveriam ser análises mais detidas. O site traz, contudo, links para textos com críticas.

Há alguns meses, o cineasta e empresário Brett Ratner gerou controvérsia ao declarar que o Rotten Tomatoes é uma “força destrutiva em Holywood”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio