Um dos grandes fatos de Deadpool é que, nos quadrinhos, ele não é hetero. Ele é conhecido como pansexual, o que significa que Deadpool é um homem atraído pelas pessoas como indivíduos e não apenas por uma identidade específica de gênero ou sexualidade. Durante a conferência de imprensa do Reino Unido, Ryan Reynolds foi perguntado se este aspecto do personagem seria explorado no filme ou em filmes futuros.

“Oh, essa é uma boa pergunta”, disse Reynolds. “Eu acho que Deadpool é meio fluido, sabe? Deadpool é um cara que … Há muito espaço nisso. Ele está apaixonado por Vanessa. Vanessa é o amor de sua vida e essa é uma parte fundamental de nossa história, e é o alicerce de tudo o que acontece com Deadpool. Mas você vê que ele exibe essas qualidades ao longo de cada filme. Ele é um cara que é meio imprevisível e, como eu disse, ele é um pouco fluido, eu acho”.

Deadpool 2 | Josh Brolin explica que Cable foi motivo das refilmagens do filme


Um fato curioso de Deadpool 2 é que o filme terá a primeira trilha sonora com o selo de “conteúdo obsceno” da história – saiba mais.

Deadpool 2 promete trazer novidades – por exemplo, o mercenário deve formar nele o supergrupo X-Force, que mais tarde vai ganhar filme próprio.

Além disso, o filme trará a estreia de Cable (Josh Brolin), um mutante vindo do futuro, e Dominó (Zazie Beetz), que forma uma rivalidade divertida com Deadpool.

Deadpool 2, de David Leitch, estreia em 17 de maio de 2018.