Poucos dias depois de Brian De Palma revelar em entrevista que estava escrevendo um filme de terror sobre abuso sexual inspirado no caso Harvey Weinstein, mais detalhes do projeto emergiram, via Deadline.

Segundo o site, o longa de chamará Predator (Predador), e se passará durante o Festival de Cinema de Toronto. No caso real, Weinstein foi acusado por diversas mulheres de assédio e abuso durante festivais de cinema, embora mais especificamente Cannes.

Diretor de clássicos como Vestida Para Matar, Scarface e Os Intocáveis, De Palma está em processo de roteirização de Predator, e terá a ajuda de um produtor experiente em filmes espinhosos sobre abuso sexual – trata-se de Saïd Ben Saïd, que ajudou Paul Verhoeven a produzir o premiado Elle.


Harvey Weinstein é acusado de crimes sexuais por júri; entenda o novo passo dado à prisão do produtor

Antes desse novo projeto, porém, De Palma pretende lançar Domino, estrelado por uma dupla de atores de Game of Thrones, Nikolaj Coster-Waldau (Jaime) e Carice Van Houten (Melisandre).

O longa ainda não tem data de estreia, mas deve mostrar um policial (Waldau) buscando vingança pelo assassinato do seu parceiro.