O filme City of Lies, que traz Johnny Depp no papel principal, pode não ter sido adiado por causa das polêmicas do ator. É o que aponta o The Wrap.

Quando, nos últimos dias, surgiu a informação que o suspense seria adiado por tempo indeterminado, portais informaram que a culpa seria do ator, que está envolvido em caso de agressão contra um dos membros da produção do longa. Agora, a notícia é que o estúdio de City of Lies, o Global Road, está quase falido.

De acordo com a publicação do The Wrap, o estúdio está procurando vender as suas grandes produções, como o filme com Johnny Depp e até um terror estrelado pela atriz Kiernan Shipka. Com o dinheiro das possíveis negociações, o Global Road pode evitar entrar em processo de falência.


City of Lies | Johnny Depp alega que agrediu membro da equipe em legítima defesa

Se a informação for verdadeira, City of Lies pode encontrar uma nova casa nas próximas semanas e até ganhar uma nova data de lançamento.

O filme, que no momento está adiado, narra a história real sobre a investigação dos assassinatos dos rappers Tupac Shakur e Notorious BIG. Além de trazer Johnny Depp como o principal detetive do caso, Forest Whitaker co-protagoniza no papel de um jornalista. Brad Furman (Conexão Escobar) é o responsável pela obra.