Em uma entrevista ao SyFy, o diretor da franquia Sharknado, Anthony Ferrante, disse que atraiu os atores do filme com um título falso. No primeiro roteiro, o longa se chamava Dark Skies (algo como Céu Negro).

O cineasta ainda comentou que quando o elenco descobriu que o filme se chamaria Sharknado, todos ficaram insatisfeitos.

“Todos os atores me chamaram na sala do fundos, e descrevi isso como um Frankenstein, onde todos em um vilarejo tinham tochas e facões. E eles me diziam, ‘Nós ouvimos que esse filme se chamaria Sharknado'”, relembra o diretor.


Ferrante ainda conta que brincava com o elenco quando ouvia isso.

“Eu pedia, ‘Onde que você ouviu isso?’, e eles diziam, ‘Não, você tem que chamar isso de outra coisa! Chame de Dark Skies!’. Isso era tão engraçado, eles estavam em pânico”, ainda relata o diretor.

O Último Sharknado | Tara Reid dá entrevista bizarra enquanto promove novo filme

O diretor comenta que sempre soube que o nome do filme e posteriormente, da série de longas, se chamaria Sharknado. Ferrante apenas contou depois porque sabia que poderia perder muitos atores caso revelasse logo a verdade.

O protagonista da franquia, Ian Ziering, chegou a confessar que realmente tentou deixar o filme após descobrir o verdadeiro nome.

“Nós todos achamos isso terrível. Eu cheguei a ligar para o meu agente para ver se eu poderia sair do filme ou podiam remover meu nome dos créditos. Mas, uma vez que você assina, é o fim”, afirmou o ator.

Mesmo com esse nome e com esse caso, a franquia acabou dando certo, tendo um total de seis filmes. No último domingo (19), o SyFy lançou o longa O Último Sharknado. Foi a última aventura do mundo com tornados de tubarões.