Jason Momoa se tornou conhecido graças a Game of Thrones, onde interpretou Khal Drogo, o marido de Daenerys na primeira temporada da série da HBO. Agora, em entrevista ao CinemaBlend, James Wan, diretor de Aquaman, revelou como ele teve de lembrar a Momoa que ele não estava mais em Game of Thrones e sim no filme da DC.

“Jason sempre dirá que eu o tirei de sua zona de conforto, porque não é por isso que ele é conhecido. Tiveram alguns momentos nos quais eu o estava dirigindo e dizia, ‘Jason, você está interpretando isso de forma brava demais”, e ele olhava para mim e dizia, ‘James, é isso que eles pagam para eu fazer! Khal Drogo! É por isso que ele me pagam’. Então eu dizia ‘ótimo, isso é bom para Khal Drogo. Estamos criando um personagem muito diferente aqui, e terão muitos momentos no filme onde você vai poder ser durão, mas nesse momento eu quero ver aquele tipo de coisa mais leve de sua personalidade, que vai servir bem ao filme”.

Realmente, considerando os papeis anteriores de Jason Momoa, esse é o mais diferente de sua carreira, ainda que seja um papel de mais ação.


Aquaman | Personalidade do herói foi extraída do próprio Jason Momoa, revela diretor

Estrelado por Jason Momoa, o longa mostrará Arthur Curry, o Aquaman, enfrentando seu irmão, o Rei Orm, na tentativa de impedir que uma catástrofe natural ocorra no mundo.

O elenco de Aquaman conta também com Amber Heard como Mera, Patrick Wilson como Orm, Nicole Kidman como a Rainha Atlanna, Willem Dafoe como Vulko e Yahya Abdul-Mateen II como o vilão Arraia Negra.

Aquaman estreia nos cinemas brasileiros em 13 de dezembro.