Han Solo: Uma História Star Wars não foi exatamente um grande sucesso na bilheteria, conseguindo apenas 392 milhões de dólares na bilheteria mundial, um número muito baixo em comparação aos outros filmes da franquia lançados pela Disney (todos passaram da marca de 1 bilhão).

Agora, em nova entrevista ao THR, o CEO da Disney, Bob Iger, culpou a si mesmo pelo grande número de filmes de Star Wars lançados em pouco tempo.

“Eu fiz a decisão sobre a data de lançamento”, disse Iger, se referindo a Solo. “Olhando para traz, vejo o erro que cometi – a culpa é minha – foi muita coisa, muito rápido”.


Em seguida, Iger falou sobre uma desaceleração em relação aos filmes de Star Wars.

Star Wars | Ator solta o verbo sobre fãs tóxicos

“Vocês podem esperar uma desaceleração, mas isso não quer dizer que não vamos fazer filmes”, revelou o CEO.

Iger ainda disse que o futuro da saga é incerto em termos de planejamento e que pode existir uma pausa após a estreia do Episódio IX, em dezembro de 2019.

“Estamos prestes a fazer decisões sobre o que vem após [o filme] de J.J. [Abrams]”, disse o CEO. “Mas acho que vamos ser um pouco mais cuidadosos em relação ao volume e datas de lançamento”.

O episódio final da saga Skywalker traz veteranos da franquia como Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Mark Hamill, Billy Dee Williams e Anthony Daniels. Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran e Keri Russell.

Star Wars: Episódio 9 estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro de 2019.