Bernardo Bertolucci, diretor conhecido por Último Tango em Paris e O Último Imperador, faleceu aos 77 anos nesta segunda-feira (26). Vencedor de dois Oscars, de Melhor Direção e de Melhor Roteiro Adaptado, o cineasta foi homenageado por Hollywood nas redes sociais.

As principais lembranças vieram de organizações voltadas ao cinema ou de importantes festivais, como o de Cannes.

“Adeus para Bernardo Bertolucci, Palma de Ouro Honorária de 2011 por sua carreira inteira após compor o júri do festival de junho de 1990. Antes da Revolução, O Conformista, 1900, A Tragédia de um Homem Ridículo… Um gigante do cinema italiano, ele se manterá para sempre iluminando o mundo do cinema”, afirmou a organização do Festival de Cannes.


“‘Eu aceito todas as interpretações do meu filme. A única realidade é antes da câmera’. Descanse em Paz, Bernardo Bertolucci”, escreveu Film Society of Lincoln Center.

Bernardo Bertolucci, diretor de Último Tango em Paris , falece aos 77 anos

“Um momento de beleza de O Último Imperador em honra do diretor italiano e roteirista Bernardo Bertolucci, que faleceu hoje”, lembrou a organização do Festival de Toronto.

Guillermo Del Toro citou os três filmes favoritos do diretor italiano ao saber da morte do colega.

“Meu Top 3 de Bertolucci: O Conformista, 1900 e O Último Imperador”, escreveu o diretor.

O ator Carl Weathers, conhecido por ser Apollo Creed nos filmes de Rocky Balboa, também relembrou o diretor.

“Descanse em paz, Maestro Bernardo Bertolucci. De O Conformista para Último Tango em Paris e O Último Imperador, o seu brilhantismo ressoa com a sua verdade”, escreveu o ator.

O cineasta vinha lutando contra um câncer e faleceu em decorrência da doença. Maiores informações sobre a morte do diretor não foram repassadas.