A POW Entertainment, companhia do falecido quadrinista Stan Lee, rebateu com veemência as declarações do apresentador Bill Maher sobre o legado e importância do ícone da Marvel.

Artista de Capitão América e X-Men exalta legado de Stan Lee em homenagem nas redes sociais

O apresentador havia postado um texto crítico às manifestações de luto pela morte do quadrinista. Bill Maher condenou os quadrinhos, e afirmou que os americanos estão se tornando “burros” por gastarem seu tempo e intelecto em uma forma de arte considerada por ele inferior.


Maher foi detonado na internet por sua falta de tato e respeito com a família e fãs de Stan Lee. Nesta segunda-feira (16), a POW Entertainment publicou uma carta aberta ao apresentador. Confira o texto completo abaixo:

“Sr. Maher: HQs, como todos os tipos de literatura, tão métodos de se contar uma história. Quando criados por grandes mestres como Stan Lee, eles nos fazem sentir, pensar, e nos ensinam lições que nos tornam, com sorte, melhores seres humanos. Uma lição que Stan ensinou a tantos de nós foi sobre tolerância e respeito. Graças à essa mensagem, nós estamos orgulhosos em dizer que você tem todo o direito de achar que as HQs são infantis e não sofisticadas. Muitos disseram o mesmo sobre Dickens, Steinbeck, Melville e até Shakespeare. Mas dizer que o Stan apenas inspirou as pessoas a ‘verem um filme’, na nossa opinião é francamente nojento.

Stan Lee ajudou a mudar o mundo, inspirando mentes jovens a ler e e sonhar. Ele nos deu os X-Men, o Pantera Negra, o Homem-Aranha e tantos outros heróis e histórias que ofereceram esperança a todos que se sentiam diferentes e eram maltratados, ao mesmo tempo em que inspiravam inúmeras pessoas a serem criativas e sonharem grandes sonhos. Essas são apenas algumas das coisas que os fãs de Stan Lee consideram como ‘crescer’, porque a vida tanto das crianças quanto dos adultos pode ser uma luta.

Stan é o autor de milhões de memórias felizes de infância, que oferecem tantas ferramentas positivas para a maturidade. Nosso choque com os seus comentários nos faz querer dizer ‘Chega, Bill’, mas ao invés disso, nós vamos confiar em outra lição que o Stan nos ensinou. Você tem uma plataforma poderosa então, por favor, lembre-se que “com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”, afirmou a carta aberta.

O co-criador de Homem-Aranha, Pantera Negra, Vingadores e X-Men foi levado às pressas para um hospital de Los Angeles no último dia 12, onde faleceu. Stan Lee tinha 95 anos.

O quadrinista ainda deve aparecer em alguns futuros filmes da Marvel, já que suas participações foram gravadas com antecedência.

O último trabalho de Stan Lee para a Marvel foi uma releitura de sua primeira história escrita para a antecessora da empresa, a Timely Comics, publicada em 2014 no especial de 75 anos da Marvel.