Visto como um dos favoritos ao Oscar durante o início da temporada de prêmios, O Primeiro Homem, filme de Damien Chazelle (La La Land: Cantando Estações) sobre a viagem de Neil Armstrong a Lua acabou esquecido.

Porém, o cineasta Christopher Nolan (Dunkirk, Trilogia Cavaleiro das Trevas) veio em defesa do longa em um artigo da Variety, afirmando que Chazelle é “um dos nosso diretores mais realizados e empolgantes da atualidade”.

“Sua abordagem para a viagem de Armstrong nunca seria uma coisa de viagem de estrada. Ao invés disso, ele desenhou uma perfeita recriação do programa espacial com um detalhe físico impressionante e camadas de imersão cinematográfica que comandam credibilidade e garantem que o ponto de vista radical e a natureza subjetiva de Chazelle se revelem como um choque gradual”, escreve Nolan.


“Ao equalizar nossos momentos humanos mais íntimos com a grande aventura, o filme não diminui o cósmico, ele eleva o terrestre. Discussões sobre o retrato do filme da bandeira na Lua perderam o sentido: a escolha não foi sobre uma forma de patriotismo, foi sobre um cineasta visando saltar sobre o sentimento de escala coletivo do evento para aterrissar em uma compreensão genuína de qual deve ter sido a sensação de um indivíduo sobre alcançar o ponto mais distante que a humanidade já alcançou”, finaliza.

O Primeiro Homem | Filhas de Ryan Gosling acreditam que agora ele é um astronauta, conta o ator

Baseado no livro de James R. Hansen, o longa é um recorte visceral em primeira pessoa sobre uma das missões mais perigosas da história: a chegada do homem à Lua. A história explora os sacrifícios e os custos – de um homem e de uma nação – a fim de completar a jornada da NASA durante o período de 1961-1969.

O Primeiro Homem reúne o diretor Damien Chazelle (Whiplash: Em Busca da Perfeição, La La Land: Cantando Estações) com Ryan Gosling (Blade Runner 2049) após o sucesso estrondoso do musical La La Land. Claire Foy, Corey Stoll, Kyle Chandler e Jason Clarke completam o elenco.

O Primeiro Homem está em exibição nos cinemas.