Vice está sendo lançado nos EUA durante a temporada de prêmios, sendo um dos filmes mais favoráveis a garantir múltiplas indicações na próxima edição do Oscar.

Em entrevista a Variety, o diretor Adam McKay falou sobre uma curiosa cena que acabou cortada do filme, que envolveria um número musical com os personagens de Christian Bale e Steve Carrell.

“Eu não conseguia fazer isso funcionar. Era sobre quando Rumsfeld está ensinando Cheney sobre Washington e como ficar à frente. É meio como ‘não empreste nem peça emprestado’, ele tenta dar esse discurso. Mas o discurso é sobre ‘Quem se importa com qualquer coisa? Você precisa ficar à frente das pessoas, fazendo suas jogadas’. Eu acho que tinha uma fala ali, ‘Os fins justificam os meios’, que eu sempre amei”, explica o diretor.


“Era de tirar o fôlego. Incrível. E não funcionou. Não precisávamos dele. Era muito longo para aquele setor do filme. Nós tentamos 15 versões dela. Nós mexemos pra lá, mexemos pra cá. Nós tentamos encurtar. Nós tentamos deixar mais longa e colocar cenas no meio dela. Nós tentamos todas as coisas que se pode fazer. O único motivo de não me incomodar agora é porque eu sei que nós tentamos tudo o que era possível. Você está na sala de montagem e pensa, ‘Isso é incrível. Isso vai funcionar.’ Aí você esquece que é o filme quem te diz o que quer”, diz McKay.

O número musical ainda contou com a ajuda de Brittany Howard, cantora do Alabama Shakes, e com Andy Blankenbuehler, coreógrafo do badalado musical Hamilton.

Vice | Diretor do filme não acredita que Dick Cheney pode ser comparado a Trump

O elenco de Vice conta com Christian Bale no papel do protagonista Dick Cheney, Amy Adams, que fará o papel da vice-primeira-dama Lynne Cheney; Steve Carell, que encara o ex-secretário de defesa, Donald Rumsfield; Sam Rockwell na pele de George W. Bush, controverso ex-presidente dos EUA; e o grupo de atores formado por Jesse Plemons, Alison Pill, Lily Rabe, Tyler Perry, Justin Kirk, LisaGay Hamilton, Shea Whigham e Eddie Marsan.

Adam McKay é o diretor e roteirista de Vice, seu primeiro filme após ser premiado com o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado em A Grande Aposta, que também foi indicado a Melhor Filme.

Ex-presidente de uma empresa petrolífera, Cheney foi o escolhido por Bush para ser seu companheiro de campanha entre 2000 e 2008, e sua enorme influência sobre o presidente lhe garantiu o título de vice mais poderoso da história do país.

Vice estreia nos cinemas brasileiros em 31 de janeiro de 2019.