Com o novo capítulo da conturbada separação de Johnny Depp e Amber Heard, mais uma questão foi levantada. A informação é do The Blast.

Advogados do ator estão culpando Amber Heard por Johnny Depp perder o papel de Jack Sparrow em Piratas do Caribe. Após a decisão da Disney, segundo o veículo, a franquia deve até ganhar um reboot.

Os advogados teriam afirmado que a Disney comunicou a decisão para o astro apenas quatro dias depois de Amber Heard publicar um artigo no Washington Post. No texto, a atriz de Aquaman dava a entender que sofreu violência doméstica nas mãos de Johnny Depp.


Mesmo sem citar o nome do ator, todos começaram a ligá-lo ao caso. Após perder o papel, o famoso abriu um processo contra a ex-esposa, cobrando US$ 50 milhões por difamação.

A equipe legal de Johnny Depp ainda lembrou que as acusações do artigo foram negadas pela justiça, por uma testemunha e provas de 87 câmeras de segurança.

A revelação, feita no início de fevereiro, revoltou ainda mais os fãs do ator. Agora, o grupo pede a demissão de Amber Heard de Aquaman 2, em que ela pode viver Mera (veja mais aqui).

Disney não confirma demissão

Apesar de veículos colocarem a informação sobre Johnny Depp, a Disney nunca confirmou publicamente a informação, conforme diz o Cinema Blend. Além disso, Piratas do Caribe 6 nunca foi oficializado.

Publicamente, Johnny Depp e Amber Heard não se pronunciam sobre as novas informações. Os dois estão oficialmente separados desde 2017.

Durante o mês, a separação ganhou novos detalhes. A atriz, em áudio, admite que agredia Johnny Depp durante o casamento (saiba mais aqui).